Malhação do Judas é mantida em Cachoeira

A tradicional brincadeira da malha??o do Judas no S?bado de Aleluia ? mantida por moradores da hist?rica cidade de??Cachoeira (a 110 km de Salvador). A festa mais antiga do S?bado de Aleluia na cidade acontece h? quase um s?culo, no bairro dos Currais Velhos. Este ano, a brincadeira, que atrai pessoas de todas as idades, j? est? garantida por iniciativa de populares. Como manda a tradi??o, o boneco que simboliza Judas, o disc?pulo que traiu Jesus Cristo, ap?s a Santa Ceia, ser? queimado ? meia noite em ponto, ap?s apresenta??o de bandas e de grupos de manifesta??es populares.
?
Para manter a tradi??o, o carpinteiro Jair Souza de Freitas, de 38 anos, semanas antes da festa, deixa os seus afazeres para se dedicar exclusivamente ? confec??o dos bonecos que ser?o malhados tamb?m em outros bairros e na zona rural. Jair ?, atualmente, o ?nico artes?o que se dedica ? confec??o de Judas em Cachoeira. Arte que aprendeu ainda na adolesc?ncia, ?por curiosidade? como ele mesmo conta. ?Eu ficava olhando o Judas que era queimado nas festas promovidas por um velho conhecido pelo apelido de ?Poporr??. Quem confeccionava os bonecos era o falecido Zute Fogueteiro?. Jair lembra que o dono da festa n?o queria que ele se aproximasse dos bonecos por causa dos perigos de explos?o dos fogos, que s?o o recheio do corpo dos Judas.
?
Morador do bairro dos Currais Velhos e influenciado pela anima??o dos vizinhos, n?o demorou, para o carpinteiro assumir a fun??o de confeccionar os bonecos simbolizando Judas para n?o deixar a tradi??o morrer. ?Nos dias que antecedem a Semana Santa, deixo de ser carpinteiro para virar fogueteiro?, brinca Jair, enquanto trabalha na confec??o de um dos bonecos que ter? que entregar at? s?bado (3) ? tarde. O local de trabalho do artes?o ? um velho dep?sito, a poucos metros da casa da fam?lia. ? ali que constr?i os bonecos que v?o provocar gargalhadas, suscitar pilh?rias e explodir em poucos segundos.? Com o aux?lio de um amigo mais velho pouco a pouco os bonecos v?o sendo montados.

Quem ver os bonecos prontos, vestidos com cal?a comprida, camisa de manga de tecido multicolorido e, ?s vezes at?, com chap?u na cabe?a, nem imagina o trabalho que d?. Tudo ? feito com muita precis?o e dedica??o. A estrutura que sustenta os bonecos ? feita de ripas de madeira. Na parte do tronco ? feita uma cavidade com tiras de papel?o entrela?adas como se fossem as costelas. ? nessa cavidade, que o artes?o coloca a maior parte dos fogos que v?o explodir na hora da festa. Tiras de caixotes utilizados para o transporte de ma??s tamb?m s?o utilizados para formar a estrutura interna dos bonecos, que ganham p?s e m?os tamb?m de madeira. A cabe?a, que ? a ?ltima parte a explodir, ? confeccionada com peda?os de jornal e a t?cnica de papel mach?, depois ? cuidadosamente pintada com cores vibrantes. ?A cabe?a ? oca para receber o artefato com maior potencial de detona??o?, explica Jair.