Falta de qualificação de gestores gera dificuldades

Um em cada tr?s gestores de pol?ticas municipais de sa?de n?o tem n?vel superior completo. Apenas 26,8% t?m p?s-gradua??o, aponta a Munic. H? 55 cidades brasileiras em que o respons?vel por cuidar da ?rea n?o concluiu sequer o ensino fundamental.

Para o professor de administra??o p?blica Ant?nio Ribeiro, o dado ajuda a entender porque servi?os essenciais n?o funcionam como deveriam. ?A administra??o p?blica brasileira vive um tremendo retrocesso?, lamenta. ?Interesses estranhos? aos objetivos da administra??o p?blica, segundo ele, afastam do servi?o p?blico a excel?ncia t?cnica, operacional e os padr?es ?ticos. ?H? bons casos isolados, mas infelizmente a grande maioria est? regredindo?, acredita Ribeiro.

Ele pondera que o aumento da m?quina nem sempre se reflete em um melhor servi?o p?blico. Em muitos casos este n?o seria nem o objetivo. ?A partilha dos cargos comissionados se tornou uma coisa indecorosa, que deveria deixar a todos perplexos?, reclama do que chama de ?leil?o? de cargos. De acordo com o consultor Ant?nio Pimentel, h? uma s?rie de fun??es em que h? contrata??es como cargos comissionados de forma equivocada. ?Coordenador pedag?gico, secret?rio escolar, motorista, jardineiro n?o deveriam ser comissionados?. (Fonte A TARDE)