Geddel: :“Se houver sacanagem no meio do caminho, ninguém vai poder dizer que fui desleal”

Dono de temperamento mercurial, Geddel diz, longe dos holofotes, que descr? da hip?tese de vir a ser preterido na Bahia. H? dez dias, Dilma esteve em Salvador. Foi prestigiar o ato de lan?amento da re-candidatura de Jaques Wagner. Geddel achou natural. Disse que s? estranharia se Dilma, convidada, se negasse a comparecer a um evento do PMDB. Foi tranquilizado por um telefonema.

Depois de dar as caras no ato pr?-Wagner, a presidenci?vel petista apressou-se em tocar o telefone para Geddel. Segundo apurou o rep?rter, Geddel contou a correligion?rios que Dilma assumiu o ?compromisso? de comparecer, junto com Temer, ? conven??o baiana do PMDB. E quanto a Lula? Distante dos microfones, Geddel diz que o presidente ?tem o direito de fazer o que bem entender?. Mas…

…Mas condicionou seus gestos futuros ao modo como ser? tratado. Geddel resumiu o que pensa numa frase dita em telefonema trocado com um amigo:?Se houver sacanagem no meio do caminho, ningu?m vai poder dizer que fui desleal. Prefiro acreditar que o presidente adotar? o melhor posicionamento?.

Nesse mesmo di?logo, Geddel, ex-ministro de Lula, disse o que espera do presidente: ??N?o discuto se ele far? uma grava??o mais ou menos carinhosa para um ou para outro. Pode at? dizer que o Jaques Wagner ? amigo dele…?

?…Quero apenas que reconhe?a que fiz uma boa gest?o no minist?rio [da Integra??o Nacional] e que, se for eleito, terei um tratamento de aliado?.? No mais, Geddel diz que Lula, se quiser, pode fazer em 2010 o mesmo que fez na elei??o municipal de 2008. Na disputa pela prefeitura de Salvador, o candidato do PMDB, Luiz Henrique, prevaleceu sobre o rival do PT, Walter Pinheiro, numa campanha da qual Lula preferiu se abster.

Lula joga com o calend?rio e com as pesquisas. A parceria nacional PT-PMDB ser? selada na primeira quinzena de junho…

…Sua participa??o nas campanhas estaduais s? vir? em agosto. A essa altura Temer j? ser? vice de Dilma…

…O presidente imagina que sua pupila estar? em ascens?o nas sondagens eleitorais. E duvida que o PMDB, por pragm?tico, se anime a encenar gestos de hostilidade.

O diabo ? que o anseio de ?tratamento igualit?rio? n?o se restringe a Geddel. Espraia-se por todo o PMDB.

Fonte: Blog do Josias