Governo, opsição e segurança

Deu na Coluna Tempo Presente, do Jornal A TARDE deste s?bado, 29

Por que a seguran?a est? virando uma calamidade no governo Wagner? O governo evoca o crescimento da viol?ncia em n?vel nacional e diz ter herdado uma pol?cia ca?tica, desequipada e desmotivada. Deixa a entender que o boom da viol?ncia estourou agora, mas estouraria com qualquer um. A oposi??o diz que na Bahiah? agravantes espec?ficos,comoa falta de investimentos e a m? gest?o do setor.

A oposi??o aponta um suposto erro estrat?gico de Wagner ao colocar um delegado da PF (primeiro Paulo Bezerra, agora C?sar Nunes)nocomando.Citaquehistoricamente j? h? grande dificuldade em harmonizar as pol?cias Civil e Militar e o governo atual forjou mais um complicador ao incluir outra pol?cia, a Federal, mais afeita a alguns tipos de crime (financeiros, grandes quadrilhas), mas pouco h?bil em lidar com o varejo criminal.

Disso resultou, avaliam os oposicionistas, por exemplo, a??es espetaculosas, como a Opera??o N?mesis, que prendeu algemado o Cel. Santana, ex-comandante da PM, e a Opera??o Expresso, na Agerba; mas o varejo foi deixado de lado. Do conjunto da obra desabou uma torrente de insatisfa??es internas que deixou a ?rea de seguran?a sem lideran?a: a PM equidistante de C?sar Nunes, e a Civil desmotivada.

Em s?ntese, por essa tese, o problema principal est? na desarticula??o da pol?cia. O fato ? que o governo n?o tem tido rea??es convincentes. ? ano eleitoral e estamos fadados a zanzar no fogo cruzado dos tiroteios verbais adubados pelos tiroteios reais.

Que Deus nos proteja. (Levi Vasconcelos)