Bahia entra em alerta para risco de chuvas intensas nos próximos dias

Foto: Reprodução

Após a onda de calor que atinge a Bahia e o Brasil até este sábado (18), o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu um alerta para 17 estados e o Distrito Federal devido a temporais nos próximos dias, a partir de domingo (19). Para a Bahia, o alerta é de “perigo potencial”, com risco de chuvas intensas, onde o volume acumulado pode chegar a 50 milímetros, além de ventos de até 60 km/h. Apesar disso, o risco para cortes de energia, alagamentos e queda de árvores é baixo. Estados como Amazonas, Roraima, Pará, Tocantins, Maranhão e Piauí também estão na lista.

Já São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins, Distrito Federal, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul estão sob aviso de tempestades, com volume de chuvas que podem atingir 100 milímetros e ventos de até 100 km/h.

Onda de calor
A Superintendência de Proteção e Defesa Civil da Bahia (Sudec) emitiu um alerta para a onda de calor que atinge o estado. A entidade relatou que está monitorando o fenômeno nos municípios.

O aviso foi divulgado pelo Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cenad), por meio do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). A chegada da onda de calor afeta as regiões do Extremo Oeste, Sul, Centro Sul e Vale São-Franciscano da Bahia, entre os dias 13 e 17. A probabilidade é de que as temperaturas alcancem 5°C acima da média por um período maior do que cinco dias. Algumas das recomendações feitas pela Sudec são: manter-se hidratado, evitar exposição ao sol entre 10h e 16h, usar protetor solar e roupas leves, evitar esforços físicos ao ar livre, consumir alimentos leves e evitar cafeína, umidificar o ambiente e não ficar muito tempo em veículo.

Chuvas na Bahia estão abaixo da média
O período mais seco do ano na Bahia finalizou com a chegada das chuvas no estado. Apesar do alívio no período de estiagem, o mês de novembro terá chuvas abaixo da média; isso é o que explica a meteorologista do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), Cláudia Valéria.

“O prognóstico para novembro é de chuvas abaixo da média. [Apesar disso], as temperaturas não ficam tão elevadas [em todo o estado], porque já começam a acontecer uma sequência de dias com uma média maior de nuvens”, afirma a meteorologista em entrevista ao iBahia.



Veja mais notícias no blogdovalente.com.br e siga o Blog no Google Notícia