Assessor parlamentar de deputado federal baiano é acusado de agredir PM após discussão em festa na Barra

Foto: reprodução

O assessor parlamentar do deputado federal Neto Carletto está sendo acusado de agredir um um policial militar acionado para atender uma ocorrência de briga generalizada na noite do último sábado (9), em um espaço de eventos na Avenida Oceânica, no bairro da Barra, em Salvador.

O homem, que também é advogado, teria sido identificado como Felipe Argolo.

O fato, que foi registrado na Central de Flagrante dos Barris por volta das 22h20, foi apontado por agentes da 58ª Companhia Independente da PM.

Os policiais teriam ido até o espaço de eventos e se depararam com pessoas que teriam sofrido agressões do advogado.

O homem, que estaria alterado, estaria acusando funcionários do local de terem furtado o celular.

A agressão ao policial teria ocorrido após o advogado ser informado que seria conduzido até uma unidade, para que o caso fosse registrado.

“Ao chegarem, os PMs foram abordados por sete pessoas, que relataram ter sido agredidas por um homem que aparentava estar bastante exaltado. Ao ser abordado pelos militares, o suspeito partiu para cima de um deles, lesionando-o no braço e fugindo em seguida”, disse a PM em nota.

Todas as pessoas que informaram ter sido agredidas foram encaminhadas para a Central de Flagrantes, onde a ocorrência foi registrada. As informações são do site Bahia Notícias.



Veja mais notícias no blogdovalente.com.br e siga o Blog no Google Notícia