Inscrições para o Acelera Iaô são prorrogadas até 28 de maio para Empreendedores de Alimentação

Fotos: Reprodução

As inscrições para o 2º ciclo do Programa Acelera Iaô, voltado para a qualificação de empreendedores negros, pardos e indígenas no setor de alimentação, foram estendidas até 28 de maio, às 23h59.

Esta prorrogação permite que os interessados nas 180 vagas disponíveis tenham mais tempo para se inscrever na segunda etapa do Iaô Labs. As inscrições podem ser realizadas no site: https://fabricacultural.org.br/fabrica-cultural/.

O programa é promovido pela Fábrica Cultural e conta com o patrocínio do Grupo Carrefour Brasil.

Os candidatos devem residir em Salvador, região metropolitana ou em outras cidades da Bahia, e ter um empreendimento no ramo de alimentação ativo há pelo menos seis meses. Os selecionados receberão suporte por meio das qualificações do Programa Acelera Iaô, que oferece atendimento gratuito nas áreas cobertas pelos dois ciclos do programa.

Durante as etapas de qualificação, os participantes poderão ser premiados com um investimento semente de R$ 10.000,00, destinado aos empreendimentos que mais se destacarem nos ciclos I e II do programa.

Com a primeira turma já em formação, os selecionados para o segundo ciclo terão aulas em formato híbrido, incluindo aulas online e encontros presenciais.

O objetivo da qualificação é fomentar o crescimento dos empreendimentos por meio do apoio e aceleração dos negócios criativos.

Vale destacar que empreendedores já contemplados com prêmios da Associação Fábrica Cultural não são elegíveis para participar.

O programa oferece uma infraestrutura completa, incluindo coworking, estúdio de fotografia e salas multiuso, visando potencializar produtos e estratégias de comunicação das marcas.

Dentro da proposta de promover a educação empreendedora, os participantes serão incentivados a alcançar autonomia e gerar renda através do conhecimento técnico, estético e criativo, além do uso de ferramentas digitais.

O Acelera Iaô também busca promover a igualdade de gênero ao incentivar a inclusão socioprodutiva, criativa e econômica de mulheres, especialmente na Bahia.

Em dois anos, o programa já qualificou mais de 400 empreendedores, distribuiu R$ 220 mil em investimento semente, impactou diretamente cerca de 3.000 pessoas em eventos e gerou aproximadamente R$ 400 mil em comercialização de produtos em diversas ações.



Veja mais notícias no blogdovalente.com.br e siga o Blog no Google Notícia