Morre, aos 64 anos, Missinho, o fundador da banda Chiclete com Banana

Foto: Divulgação

Falece, aos 64 anos, o primeiro vocalista da banda Chiclete com Banana, Missinho. A informação foi confirmada pela família nesta quinta-feira (16), em Salvador. A causa da morte foi falência múltipla dos órgãos. 

Missinho foi hospitalizado no início de maio no hospital Roberto Santos devido a uma crise renal. Após 15 dias de internação, seu quadro se agravou devido a complicações relacionadas à diabetes. Anteriormente, ele havia passado três meses internado no Hospital Metropolitano de Lauro de Freitas e no Hospital Sagrada Família.

O cantor liderou o Chiclete com Banana a partir de 1981 e deixou a banda em 1986 para seguir carreira solo. Bell Marques assumiu os vocais da banda até 2014.

Missinho é autor de sucessos como “Jamaica”, “Tiete do Chiclete”, “Lua Menina”, “Olhos da Noite”, “No Lume da Fogueira”, “Sementes” e “Mistério das Estrelas”, lançados nos anos 1980 e que continuam sendo parte do carnaval de Salvador até hoje. Sua saída do Chiclete com Banana aos 25 anos foi motivada por questões pessoais.

Diante de uma figura que deixou saudade e apaixonado pelo Chiclete, Missinho tinha uma vida reservada e teve uma época que ele dizia que a festa baiana não era mais a mesma e aos poucos tem perdido sua magia, é o que mostra uma entrevista ao A Tarde, em 2013. 

“Existia uma espontaneidade muito grande que está morrendo. Não falo por saudosismo, mas com um sentimento de quem está vendo isso se perder”, comentou. Para o cantor o carnaval estava perdendo suas características mais marcantes, que seria a de uma festa popular. “Tenho uma pena muito grande do Carnaval e do povão que vai às ruas. Hoje o que vemos é um Carnaval feito para a elite”, disse.

 



Veja mais notícias no blogdovalente.com.br e siga o Blog no Google Notícia