MP BA cumpre mandado de busca e apreensão em Lauro de Freitas

Indivíduo é suspeito de fazer parte de uma 'central de fake news' com atuação no Rio Grande do Norte.

Foto: Divulgação

O Ministério Público (MP) da Bahia, por intermédio do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco), realizou na manhã desta segunda-feira (27), um mandado de busca e apreensão em Lauro de Freitas, na Região Metropolitana de Salvador (RMS).

O mandado foi realizado na residência de um indivíduo suspeito de fazer parte de uma ‘central de fake news’ com atuação no Rio Grande do Norte.

Durante a operação, foram confiscados equipamentos eletrônicos e documentos.

Esta ação é um desdobramento da Operação ‘DesFarsa’, conduzida pelo MP do Rio Grande do Norte, que investiga um esquema criminoso responsável por criar, disseminar e promover notícias falsas sobre autoridades locais, com o intuito de influenciar a opinião pública para ganhos políticos.

A operação foi deflagrada na última quinta-feira (23), com sete mandados de busca e apreensão cumpridos em Natal, Parnamirim e Lagoa Salgada, no RN, e em Garuva, Santa Catarina.

De acordo com informações do MP do Rio Grande do Norte, as investigações revelaram um esquema que contratava serviços de postagem em perfis de redes sociais para divulgar fake news, visando pressionar servidores públicos em suas funções e desacreditar instituições públicas.

Essas postagens de conteúdos falsos eram realizadas em pelo menos seis perfis de redes sociais, sendo um deles com mais de 20 mil seguidores.

As práticas de divulgação se enquadram em crimes como calúnia, difamação, ameaças contra servidores públicos e coerção no decorrer de processos, além do delito de associação criminosa do tipo milícia digital, com o objetivo de manipular a opinião pública.



Veja mais notícias no blogdovalente.com.br e siga o Blog no Google Notícia