Brasil registra recorde histórico de resgates: 2.847 trabalhadores libertados do trabalho análogo à escravidão em 2023

Foto: reprodução

Entre janeiro e novembro deste ano, um total de 2.847 trabalhadores foram resgatados de condições análogas à escravidão no Brasil, marcando o maior número de resgates dos últimos 14 anos e estabelecendo um recorde histórico em toda a série de pagamento de verbas rescisórias.

O Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) realizou fiscalizações em 516 estabelecimentos urbanos e rurais durante esse período, resultando no pagamento de mais de R$ 10,8 milhões em verbas salariais e rescisórias aos trabalhadores resgatados.

A Região Sudeste liderou em ações e resgates, com 192 estabelecimentos fiscalizados e 1.043 trabalhadores libertados, seguida pelo Centro-Oeste, com 103 fiscalizações e 720 resgates. Na Região Sul, foram 475 trabalhadores resgatados e 76 ações realizadas. No Nordeste, ocorreram 83 ações com 450 resgates, enquanto no Norte, o MTE realizou 62 ações, resultando no resgate de 159 trabalhadores.

Entre os estados, os maiores resgates foram registrados em Goiás (640), Minas Gerais (571) e São Paulo (380). Minas Gerais liderou em ações realizadas, totalizando 102.



Veja mais notícias no blogdovalente.com.br e siga o Blog no Google Notícia