Conta de criptomoedas no Brasil atinge marca histórica de US$ 1 bilhão em outubro, revela Banco Central

Foto: reprodução

Nesta segunda-feira (4), o chefe do Departamento de Estatísticas do Banco Central, Fernando Rocha, anunciou que a conta das criptomoedas dentro do balanço do setor externo do Brasil ultrapassou a marca histórica de US$ 1 bilhão em outubro. Essa constatação foi feita durante a explicação do déficit da conta corrente do mesmo mês, que registrou US$ 230 milhões.

Rocha destacou que, no acumulado do ano, o déficit em conta corrente apresentou uma redução significativa, quase pela metade até outubro, diminuindo de US$ 56,7 bilhões no ano anterior para US$ 34 bilhões neste ano. Em termos percentuais do Produto Interno Bruto (PIB), o saldo passou de 3% para 1,62%.

“É uma redução também significativa”, ressaltou.

A proporção registrada em outubro é a menor desde fevereiro de 2018, quando estava em 1,53% do PIB.

“O Brasil tem fortalecido sua posição externa. Os valores (do déficit) estão baixos, decrescentes e permanecem financiados pelo IDP (Investimento Direto no País), mesmo que o IDP esteja menor”, afirmou Rocha.

O técnico ainda mencionou que o saldo do IDP em outubro, de US$ 3,306 bilhões, foi o menor para o mês desde 2020. Ele observou que, no acumulado do ano, o saldo também é o mais baixo para o período em comparação com anos anteriores, destacando que a redução no IDP em 12 meses é menor que a redução do déficit da conta corrente no mesmo período.



Veja mais notícias no blogdovalente.com.br e siga o Blog no Google Notícia