Inadimplência no Brasil: 66,96 milhões de devedores em janeiro de 2024

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

O número de inadimplentes no Brasil em janeiro de 2024 subiu 3,78% em relação ao mesmo mês do ano anterior, atingindo 66,96 milhões de pessoas, segundo a CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas) e o SPC Brasil (Serviço de Proteç ão ao Crédito). Isso significa que 4 a cada 10 brasileiros estão negativados, com um perfil médio de mulher, entre 30 e 39 anos, e residente na região Sudeste.

De acordo com o presidente da CNDL, José César da Costa, o início do ano é um período de muitos gastos extras para as famílias, como impostos, matrículas e material escolar. Além disso, as festas de final de ano e as férias também contribuem para o aumento do endividamento.

O valor médio da dívida do brasileiro é de R$ 4.388,21, com o setor bancário concentrando o maior índice de inadimplência (64,02%). Seguem-se água e luz (11,33%), comércio (11,20%) e outros (7,16%).

Perfil dos Inadimplentes por Faixa Etária e Região:

  • Faixa etária:
    • 18 a 24 anos: 8,77%
    • 25 a 29 anos: 12,33%
    • 30 a 39 anos: 23,61% (maior faixa etária)
    • 40 a 49 anos: 21,01%
    • 50 a 64 anos: 19,93%
    • 65 a 84 anos: 11,56%
    • 85 ou mais: 1,99%
  • Região:
    • Sudeste: 9,03% (maior índice)
    • Nordeste: 7,90%
    • Norte: 5,02%
    • Centro-Oeste: 4,44%
    • Sul: 4,25%

O aumento da inadimplência em janeiro de 2024 é um reflexo dos desafios socioeconômicos enfrentados pelas famílias brasileiras. As medidas de controle do endividamento, como a educação financeira e a gestão consciente do orçamento, são cada vez mais importantes.



Veja mais notícias no blogdovalente.com.br e siga o Blog no Google Notícia