Pedidos de demissão batem recorde em 2023 no Brasil

pedido de demissão
Desligamentos a pedido do trabalhador são mais frequentes nas faixas com pós-graduação – Imagem: reprodução

Demissões voluntárias cresceram no Brasil e bateram recorde de 7,3 milhões de pessoas em 2023, uma fatia de 34% dos mais de 21,5 milhões de desligamentos registrados, segundo dados organizados pela LCA Consultores com base no Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).

A pesquisa mostra que Santa Catarina e Mato Grosso do Sul foram os estados com o maior número de pedidos de demissão, enquanto a Bahia e Pernambuco aparecem no outro extremo com menor taxa. Em comparação a 2022, por exemplo, houve um aumento de 7,9% das demissões voluntárias no país.

Para especialistas, o cenário indica o aquecimento da economia após a crise sanitária e a mudança das prioridades dos profissionais, sobretudo os mais jovens, em meio a um cenário de mudanças nas relações do trabalho com a popularização do home office.

A pesquisa ainda aponta que a maior parte das pessoas que pede demissão, tem algum tipo de pós-graduação. Outro dado curioso é que a geração Z (jovens entre 18 e 29 anos) é a que mais solicita o desligamento de forma voluntária.

Entre as faixas separadas pela LCA Consultores, a de trabalhadores com até o 5º ano incompleto registra a menor parcela, de 24,2% do total de demissões, enquanto aqueles com 5º ano completo fundamental possuíam uma fatia de 26%.



Veja mais notícias no blogdovalente.com.br e siga o Blog no Google Notícia