BYD oficializa início das obras de complexo fabril na Bahia

Foto: João Souza/g1

A montadora chinesa Build Your Dreams (BYD), maior produtora de carros elétricos do mundo, oficializou o início das obras do complexo fabril, nesta terça-feira (5), em Camaçari, cidade da Região Metropolitana de Salvador.

O espaço é o mesmo onde funcionou a empresa Ford.

Na cerimônia especial estiveram presentes o governador da Bahia, Jerônimo Rodrigues (PT), e representantes da BYD – entre eles o presidente da montadora no Brasil, Tyler Li; e o CEO Alexandre Baldy.

“Os carros que serão exportados deste local, levarão a imagem e o nome de Camaçari para a Bahia e o Brasil. Muita gente virá a Camaçari para fazer negócios, para conhecer a planta, para entender como funciona aqui”, disse Jerônimo Rodrigues.

Na prática, segundo Alexandre Baldy, serão produzidos 150 mil veículos anualmente em Camaçari.

“Inicialmente, aqui serão construídos em torno de 330 mil metros quadrados nessa área, que hoje não há edificações, para que nós consigamos instalar essa primeira etapa. Posteriormente, a segunda etapa e todo o antigo complexo existente será utilizado para a atração e a implantação da cadeia de fornecedores” afirmou.

O objetivo da montadora chinesa é que ao fim deste ano, a unidade já consiga ter carros sendo montados na planta. “Ao longo de 2025 nós teremos a fabricação completa aqui saindo dessa planta de Camaçari, da BYD, para todos os estados do Brasil e, certamente, para os países ao qual a BYD atua na América Latina”, projetou o CEO Alexandre Baldy.

Instalação da BYD

Na segunda (4), o Governo da Bahia autorizou oficialmente a montadora chinesa a instalar a fábrica de veículos elétricos e híbridos no polo petroquímico de Camaçari. A autorização foi dada através da alienação da área.

O complexo será instalado no mesmo local onde funcionou a fábrica da Ford, que encerrou suas atividades em 2021, aqui no Brasil O espaço foi vendido para o governo estadual dois anos depois, em 2023. O investimento feito pela BYD para a instalação da fábrica foi de R$ 3 bilhões. Antes da alienação, a montadora apresentou o projeto do empreendimento com demonstração de efeitos socioeconômicos e Governo aceitou

Na Bahia, a fábrica vai produzir chassis de ônibus e caminhões elétricos, veículos de passeio elétricos e híbridos, além de processar lítio e ferro fosfato. Segundo a empresa e o governo do estado, a produção nacional desses automóveis vai permitir preços mais competitivos.

Lançamento da pedra fundamental da BYD

Em outubro do ano passado, a BYD lançou a pedra fundamental das suas fábricas na Bahia. O ato simbólico oficializou o acordo para construção das três unidades da empresa.

  • Unidade 1: exclusiva para a produção de caminhões elétricos e chassis para ônibus.
  • Unidade 2: dedicada à produção de automóveis híbridos e elétricos.
  • Unidade 3: voltada para o processamento insumos, como lítio e ferro fosfato, que serão exportados para o mercado externo.

Sete modelos que serão produzidos na Bahia foram expostos no Farol da Barra, um dos principais pontos turísticos de Salvador, em julho do ano passado, sendo um utilitário, o eT3, uma espécie de minivan, e outros seis carros: Dolphin, Han, D1, Song, Yuan e o Tan. O modelo mais barato é o Dolphin, que custa R$ 149.800 e já tem mil unidades vendidas.

Investimentos

De acordo com o governo, mais de 5 mil empregos diretos serão gerados pela montadora. A expectativa é iniciar a produção entre o fim deste ano e o começo de 2025. Além disso, a BYD irá promover um treinamento e uma capacitação de mão de obra especializada, dando prioridade para os baianos. Esses profissionais formados irão atuar nas fábricas.

A empresa anunciou ainda que irá priorizar os negócios com os fornecedores locais e a instalação de um centro de pesquisa e desenvolvimento em Salvador. Um dos principais objetivos será desenvolver tecnologia de um motor híbrido flex, para combinar o etanol com o motor elétrico.

Como contrapartida à instalação das fábricas, o Governo da Bahia vai conceder incentivos fiscais à BYD até 31 de dezembro de 2032, conforme com a legislação tributária estadual.

Isenção no IPVA

O governador da Bahia, Jerônimo Rodrigues (PT), sancionou em 2023 a lei que isenta o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) para carros elétricos que custam até R$ 300 mil. Para veículos acima deste valor a taxa vai ser de 2,5%.

A isenção do IPVA não se restringe aos veículos da montadora chinesa, aplicando-se a qualquer automóvel elétrico, representando um estímulo significativo para a indústria de veículos sustentáveis.



Veja mais notícias no blogdovalente.com.br e siga o Blog no Google Notícia