Prefeito diz que ambulantes não sofreram com queda nas vendas após construção de passarela: “praticamente um camarote para eles trabalharem”

Estrutura para ambulantes está sendo instalada Crédito: Bruno Concha/Secom PMS

Em coletiva de imprensa realizada nesta segunda-feira (12), o prefeito de Salvador, Bruno Reis, celebrou o sucesso do Carnaval 2024 e rebateu críticas relacionadas à organização da festa, sobretudo o espaço direcionado ao ambulantes.

“O receio dos ambulantes era queda das vendas. Relato deles, foi atestado em reunião, não comprometeu em nada as vendas. Então, confirma o sucesso. Tudo no Carnaval quando você faz dá ruídos. A gente tomou a decisão e foi assertiva,” disse Bruno Reis.

O prefeito também destacou as melhorias na segurança, conforto e infraestrutura para os ambulantes, como a organização em pontos fixos e  maior segurança. Reis comparou a nova estrutura a um “camarote” para os trabalhadores.

“Se não tiver. 100% satisfeito, então 90%. Viram quem tem mais segurança, mais conforto, não tem previsão de mercadorias. Praticamente um camarote para eles trabalharem,” finalizou o prefeito de Salvador.

O prefeito concluiu a coletiva defendendo as decisões tomadas pela organização do Carnaval, afirmando que foram assertivas e resultaram em um evento positivo para todos os envolvidos, incluindo os foliões, os trabalhadores e a cidade de Salvador.

A Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop) instalou uma estrutura dedicada exclusivamente aos ambulantes que vão atuar na Barra (Circuito Dodô) do Carnaval de Salvador. Construído na areia, o espaço funcionou como uma extensão do calçadão da praia, entre o Farol e o Barravento, onde os trabalhadores informais poderão colocar o isopor, garantindo uma segurança a mais para eles e para o material comercializado.

“Tivemos a oportunidade de discutir este novo projeto do circuito Barra/Ondina, o mais frequentado por cidadãos e turistas, trazendo mais conforto e segurança ao ambulante e mais espaço para o folião. Os ambulantes vão ter um espaço exclusivo para eles, com seu isopor, como se fosse um grande balcão para atender o público. É mais uma iniciativa da gestão para que a gente consiga equacionar as forças que fazem o Carnaval”, disse o titular da Semop, Alexandre Tinoco.



Veja mais notícias no blogdovalente.com.br e siga o Blog no Google Notícia