Estudante baiano é contratado pela Globoplay após desenvolver ferramenta para o BBB

Estudante baiano é contratado pela Globoplay após desenvolver ferramenta para o BBB
Rafael Azevedo foi contratado pelo Globoplay antes mesmo de concluir o curso de engenharia da computação. — Foto: TV Subaé

O estudante de engenharia da computação Rafael Azevedo, aluno da Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS), foi contratado pela plataforma digital de streaming Globoplay, do grupo Globo. A contratação aconteceu após o jovem de 23 anos desenvolver uma ferramenta inovadora pra o Big Brother Brasil.

Assim como muitos fãs do reality show, Rafael é assinante do pay-per-view, uma opção paga que permite que o telespectador tenha acesso às câmeras da casa 24 horas por dia. Ao acompanhar a rotina dos participantes, o estudante identificou um problema na oferta de imagens.

“Muitas vezes acontecia de um participante sair de um determinado cômodo da casa ou a imagem ser cortada. Isso afetava diretamente minha experiência como usuário, porque para continuar acompanhando o participante, precisava procurá-lo em todas as outras câmeras”, explica. “Para cada câmera [acessada no Globoplay], surgia uma nova tela de carregamento. A partir desse problema, comecei a pensar em uma solução com base nas minhas experiências”, conta.

Para não precisar perder tempo à procura dos participantes, Rafael desenvolveu um sistema de reconhecimento facial que permite que o telespectador saiba qual brother está em cada cômodo da casa.  “Parti do princípio de que se eu soubesse as informações das câmeras disponíveis na casa e fizesse um reconhecimento facial das imagens fornecidas por elas, saberia onde cada participante estaria”, explica.

Após desenvolver o sistema, o estudante de engenharia da computação fez uma publicação sobre o sistema criado em uma rede social profissional. Pouco tempo depois, ele recebeu uma mensagem de uma funcionária do Globoplay e foi chamado para uma reunião.

Logo após ser contratado, o sistema criado pelo jovem já foi implementado na plataforma e pode ser utilizada pelos assinantes que assistem ao programa pelo computador.

Para utilizar a ferramenta, basta procurar o nome do participante na barra superior. Imediatamente, a imagem que aparece na tela será substituída pela imagem da câmera que mostra o participante.

Durante o desenvolvimento da ferramenta e o período de contratação, Rafael manteve segredo da família. A mãe do estudante, Rosemary Azevedo, ficou preocupada com a inquetação do filho.

“A gente perguntava para ele o que estava acontecendo e ele respondia: “fiquem calmos, é coisa boa”. Eu fiquei bastante preocupada no início”, afirmou.

Após saberem sobre o sistema criado por Rafael e a contratação pela plataforma Globoplay, a família vibrou junto com o estudante.

“Eu fiquei grato. Ele é um bom menino, é esforçado e inteligente. Fiquei muito contente”, conta Pedro Azevedo, pai de Rafael.

*G1