Prefeitura de Salvador revitaliza camelódromo do Relógio de São Pedro

WhatsApp Image 2024-03-06 at 14.40.53 (1)
WhatsApp Image 2024-03-06 at 14.40.53
WhatsApp Image 2024-03-06 at 14.40.52 (1)
WhatsApp Image 2024-03-06 at 14.40.52

A Prefeitura de Salvador inaugurou nesta quarta-feira (6) a revitalização do camelódromo do Relógio de São Pedro, na Avenida Sete de Setembro, no Centro da cidade. A iniciativa visa oferecer mais conforto e segurança para os trabalhadores e frequentadores do local.

Com área de 282 metros quadrados, o espaço conta agora com uma moderna estrutura metálica, telhas com tecnologia isotérmica para reduzir a sensação de calor, iluminação em LED e novas barracas galvanizadas de alumínio com depósitos para armazenamento de produtos. A capacidade é de até 80 permissionários.

O prefeito Bruno Reis, presente na inauguração, destacou a importância do mercado informal para a cidade e o compromisso da gestão em oferecer melhores condições de trabalho para os camelôs:

“Essa é mais uma área na qual estamos ordenando o comércio informal. Os camelôs do Relógio de São Pedro receberam uma nova estrutura, com cobertura isotérmica e melhores posições de trabalho, para que possam trabalhar com mais dignidade.”

O investimento na revitalização do camelódromo faz parte de uma série de ações da Prefeitura em prol do mercado informal, como a construção de novos mercados populares em Itapuã, Periperi, Jardim Cruzeiro e Cajazeiras, além da recuperação do Mercado de São Miguel.

Outras medidas importantes incluem o ordenamento do comércio de rua na Avenida Sete e na Joana Angélica, a criação do CredSalvador, serviço de microcrédito para pequenos comerciantes, e a oferta de cursos de qualificação em parceria com o Sebrae.

O comerciante Francisco da Hora, que trabalha há 15 anos no local, aprovou a revitalização:

“Essa intervenção era uma reivindicação antiga nossa. A cobertura é ótima, porque não ficamos mais expostos à chuva, principalmente no inverno.”

Marcos Luís Neves de Almeida, presidente da Asfaerp (Associação dos Vendedores Ambulantes de Salvador e Região Metropolitana), também elogiou a iniciativa:

“Esse é um investimento da Prefeitura na área social, que traz dignidade aos vendedores ambulantes, aos consumidores e à cidade.”

Outras ações da Prefeitura

  • Auxílio emergencial para mais de 20 mil trabalhadores ambulantes durante a pandemia;
  • Isenção de taxas para ambulantes no Carnaval;
  • CredSalvador: serviço de microcrédito para pequenos comerciantes, com mais de R$20 milhões investidos e 8 mil beneficiados;
  • Cursos de qualificação em parceria com o Sebrae;
  • Sistema de credenciamento para ambulantes no Carnaval, que acabou com filas e conflitos.


Veja mais notícias no blogdovalente.com.br e siga o Blog no Google Notícia