Concurso Embasa 2021: previsão de 850 vagas para segundo semestre

O novo concurso Embasa da Empresa Baiana de Águas e Saneamento S.A. está a caminho! A previsão é de que o edital ofereça pelo menos 850 vagas para diversos cargos técnico-operacionais. O certame tem previsão no Projeto de Lei Orçamentária Anual e, de fato, pode sair em 2021.

De acordo com o governador Rui Costa, em entrevista à rádio, o edital deve ser publicado no segundo semestre de 2021. Atualmente, estados e municípios estão proibidos de elevar suas despesas até 31 de dezembro de 2021. Contudo, um certame na segunda metade do ano contará com contratações apenas em 2022. Sendo assim, a possibilidade de acontecer se torna ainda mais real.

“Você pode realizar algum concurso no final do ano, já que só poderá ser chamado ano que vem, porque senão você cria uma falsa expectativa, e a pessoa só vai poder ser chamada ano que vem. Então, se concurso houver, em algumas dessas áreas, só será feito no segundo semestre, porque a lei proíbe de chamar qualquer pessoa nova que eleve a despesa de pessoal até dezembro desse ano”, afirmou Costa.

Concurso Embasa: situação atual

O concurso Embasa é um dos mais aguardados do estado da Bahia desde o ano de 2019 e a expectativa inicial era para sua realização em 2020. No entanto, a crise sanitária envolvendo a pandemia da COVID-19 deu margem para mais um adiamento do seletivo.

Com a recente declaração do governador Rui Costa dizendo que o edital pode sair no segundo semestre de 2021, a esperança dos concurseiros só crescem. É importante ressaltar que o certame já escolheu e contratou sua banca organizadora, o Instituto AOCP.

Segundo a Resolução nº 168/2019, um dos documentos disponíveis nesse processo, a dispensa de licitação que firmou a contratação da empresa foi homologada com o valor global R$ 4,5 milhões.

A previsão é de que sejam ofertadas 850 vagas imediatas no novo concurso Embasa. O número está indicado no Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA) 2021, mas só será confirmado quando o edital for lançado.

O quantitativo foi, inicialmente, revelado na resolução nº 218/2018, emitida pelo Conselho de Administração da empresa, com base no que ficou deliberado na reunião ordinária realizada em 27 de novembro de 2018.

Como já é esperado (e até mesmo pelo valor elevado que foi declarado na licitação), será um certame de grande dimensão, com potencial para atrair tanto candidatos do próprio estado como milhares de outros vindo de diversas unidades da federação.

Concurso Embasa: cargos, escolaridade e salário

Apesar de já sabermos que o concurso Embasa terá algo em torno de 850 vagas, ainda não há informações precisas sobre quais os cargos que serão oferecidos, muito menos sobre os salários.

É possível que as oportunidades sejam para empregos de níveis médio, técnico e superior, tal como ocorreu no concurso aberto há três anos.  Por isso, são esperadas vagas nos cargos de Assistente de Saneamento (médio/técnico) e Analista de Saneamento (superior).

Estes dois cargos se distribuem entre as funções de:

  • Nível médio/técnico: Agente Administrativo, Agente Operacional, Assistente de Laboratório, Operador de Processos de Água e de Esgoto, Técnico Operacional (Edificações), Técnico em Eletromecânica;
  • Nível superior: Analista de Tecnologia da Informação (Desenvolvimento), Contador/Analista de Gestão (Ciências Contábeis), Engenheiro Civil/Produção Civil, Engenheiro Sanitário/Ambiental e Engenheiro Eletricista.

Quanto às remunerações, os valores iniciais do último concurso Embasa foram variáveis de R$ 1.122,84 a R$ 6.793,31. Os valores podem sofrer alterações de acordo com possíveis reajustes salariais.

Concurso Embasa: atribuições de cada cargo

Confira as principais atividades dos servidores concursados da Embasa:

Assistente de Saneamento – Agente Administrativo

Execução de serviços de suporte administrativo, financeiro e comercial; atendimento de fornecedores e usuários, além de tratamento de documentos e execução de outras atividades inerentes à ocupação.

Assistente de Saneamento – Agente Operacional

Serviços ligados à operação de sistemas e manutenção de equipamentos de uso nos sistemas de abastecimento de água e esgotamento sanitário.

Desenvolve atividades comerciais de campo e serviços de manutenção e aferição de hidrômetros da Embasa.

Ainda presta apoio técnico nas Unidades operacionais, faz a leitura de hidrômetro, instala e realiza a manutenção preventiva e corretiva de redes elétricas, lógica e telefônica entre outras atribuições.

Assistente de Saneamento – Assistente de Laboratório

Efetua a coleta de amostras de água nas Estações de Tratamento de Água – ETAs, Estações de Tratamento de Esgoto – ETEs, reservatórios, redes de distribuição, represas, mananciais, praias e em demais pontos.

Fazem a coleta de amostras de produtos químicos, além de organizar e transportar materiais e insumos diversos e desempenhar uma série de outras tarefas correlatas.

Assistente de Saneamento – Operador de Processos de Água e Esgoto

A missão desse servidor é operar Estações Elevatórias (EE) e de Tratamento de Água (ETA) ou do Sistema de Esgotamento Sanitário (SES).

Esse funcionário também monitora e opera os equipamentos e acessórios das ETE, EEE e ECP, executa manobras em botoeiras, abrindo e fechando comportas, válvulas e registros.

Ele ainda opera unidades de barragem, captação e adução de água bruta, monitora parâmetros físico-químicos para controle e desempenha outros ofícios diários.

Assistente de Saneamento – Técnico em Eletromecânica

  • Auxilia na elaboração, implantação e fiscalização de projetos eletromecânicos;
  • Executa planejamento e acompanhamento da manutenção de equipamentos e sistemas eletromecânicos;
  • Verifica esses equipamentos eletromecânicos;
  • Avalia faturamentos de energia elétrica;
  • Outras tarefas correlatas.

Assistentes de Saneamento – Técnico Operacional em Edificações

  • Promovem a fiscalização de obras e serviços operacionais;
  • Auxiliam na elaboração de viabilidades e projetos;
  • Avaliam os materiais adquiridos e atualizam os cadastros técnicos e comerciais de Sistemas de Abastecimento de Água e Esgotamento Sanitário;
  • Fazem desenhos topográficos, arquitetônicos de engenharia e para área de desapropriação, entre outras tarefas.

    Analistas de Saneamento – Contador/Analista de Gestão

    Os Analistas Contadores planejam, executam e controlam os procedimentos e rotinas contábeis e fiscais da Embasa. Também fazem o levantamento de informações contábeis/ fiscais/ financeiras/ patrimoniais/ de pessoal/ suprimento e executam outras atividades correlacionadas.

    Analistas de Saneamento – Analista de TI – Desenvolvimento

    Esses profissionais desenvolvem, implantam e fazem a manutenção de soluções de tecnologia de informação e comunicação para os usuários da Embasa. Além disso, dão todo o suporte necessário aos projetos de sistemas de informação.

    Analista de Saneamento – Engenheiro Civil/Produção Civil

    O Engenheiro Civil da Embasa planeja, executa, fiscaliza e coordena projetos, obras e serviços de engenharia. Executam ainda a supervisão das operações de manutenção dos Sistemas de Abastecimento de Água e de Esgotamento Sanitário.

    Esse profissional também avalia os bens imóveis a serem indenizados e/ou desapropriados para a implantação de Sistemas de Abastecimento de Água e de Esgotamento Sanitário ou unidades administrativas.

  • Analista de Saneamento – Engenheiro Sanitário/Sanitária e Ambiental

    Engenheiro Sanitário ou Ambiental na Embasa faz o planejamento, a elaboração, a execução, a fiscalização e a coordenação de projetos, obras e serviços de engenharia.

    Atuam na supervisão e na manutenção dos Sistemas de Abastecimento de Água e de Esgotamento Sanitário e desempenham outras obrigações profissionais.

    Analista de Saneamento – Engenheiro Eletricista

    Esse tipo de profissional coordena, orienta e vistoria projetos e serviços de engenharia elétrica. Elaboram planos de manutenção nessas obras e serviços e também colaboram na manutenção em processos industriais e prediais da Empresa.

    Inscrições ao concurso Embasa

    O período de inscrição para o concurso Embasa será conhecido tão logo seja publicado o edital e seu cronograma de eventos. As participações serão confirmadas diretamente no site do Instituto AOCP.

    Haverá uma taxa de inscrição a ser paga. No último concurso, essa taxa foi de: R$ 60,00 (médio), R$ 80,00 (nível técnico) ou R$ 120,00 (nível superior). Os candidatos podem esperar valores similares.

    Provas do concurso Embasa

    Dependendo do cargo disputado, a forma de seleção adotada pelo Instituto AOCP será composta por etapas diferenciadas. Porém, inicialmente (primeira etapa), haverá uma prova escrita objetiva, aplicada para todos os inscritos.

    No último concurso, os candidatos às vagas de Assistente de Saneamento, nas funções de Agente Operacional e Operador de Processos de Água e Esgoto, participaram de uma segunda etapa de prova de aptidão física.

    Já os inscritos nesse mesmo cargo, mas para as funções de Agente Administrativo, Assistente de Laboratório, Técnico Operacional – Edificações e Técnico em Eletromecânica, se submeteram a uma prova escrita discursiva, que foi a segunda etapa para eles.

    Por fim, os candidatos ao cargo de Analista de Saneamento (todas as funções) do concurso Embasa participaram de duas outras etapas, que foram a prova discursiva (2ª) e a avaliação de títulos (3ª).

    O que estudar para o concurso Embasa?

    O programa de provas de 2017 é o que pode servir de base para que os candidatos estudem. Confira as matérias gerais cobradas naquelas provas do concurso Embasa:

    Conhecimentos gerais para o nível médio/técnico:

    • Língua Portuguesa;
    • Matemática (somente para as funções de Agente Administrativo, Agente Operacional, Assistente de Laboratório e Operador de Processos de Água e de Esgoto);
    • Raciocínio lógico (somente para as funções de Técnico Operacional (Edificações) e Técnico em Eletromecânica);
    • Noções de informática;
    • Noções de legislação;
    • Noções de Administração Pública;
    • Noções gerais de igualdade racial e de gênero.

    Vale ressaltar que o rol de conhecimentos específicos para o nível médio/técnico devem ser consultados no último edital cargo a cargo.

    Conhecimentos gerais para o nível superior:

    • Língua Portuguesa;
    • Raciocínio lógico;
    • Noções de informática;
    • Noções de legislação;
    • Noções de Administração Pública;
    • Noções gerais de igualdade racial e de gênero.

    Para consultar os conhecimentos específicos, acesse novamente o último edital.

    Sobre o Instituto AOCP

    Instituto AOCP é caracterizado legalmente como uma associação civil sem fins econômicos, de caráter organizacional, filantrópico, assistencial, promocional, recreativo e educacional, sem cunho político ou partidário.

    Há duas bancas organizadoras com nomes parecidos: “Instituto AOCP” e “AOCP”. Mas é preciso lembrar que essas duas empresas são pessoas jurídicas diferentes. Como assim?

    Embora isso não seja uma regra absoluta, podemos dizer que a empresa AOCP é dedicada à realização de concursos nos âmbitos estadual e municipal. Já o Instituto AOCP, por sua vez, atua – preferencialmente – na organização de concursos de órgãos federais.

    Por exemplo, o Instituto AOCP é responsável por concursos de peso, tais como: AESP, UFBA, TRE 5, MP-BA, IFBA, enquanto que a AOCP realizou concursos como os de Juiz de Fora, SUSIPE, CINBESA, IPAMB e DESENBAHIA.

    Os profissionais examinadores de provas da AOCP não são os mesmos que elaboram e corrigem as provas do Instituto AOCP. Para conferir as características das provas do Instituto, acesse o nosso artigo completo.

    *concursonobrasil