Justiça Eleitoral abre concurso com 395 vagas e salários entre R$ 8 mil a R$ 13 mil na Bahia

126 vagas para analista e 269 para técnico judiciário

Foto: TRE-BA

A Justiça Eleitoral abriu um concurso público com 395 vagas para os cargos de analista (126) e técnico judiciário (269). Os salários variam entre R$ 8 mil e R$ 13 mil. O edital pode ser conferido clicando aqui. O concurso será realizado pelo Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe).

O concurso será realizado pelo Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe). As inscrições estarão abertas a partir da próxima segunda-feira, 4 de junho, até 18 de julho.

As provas serão aplicadas no dia 22 de setembro de 2024 em todos os estados do Brasil. Os candidatos aprovados trabalharão nos 27 Tribunais Regionais Eleitorais do país. A seleção será composta por duas ou três etapas, dependendo do cargo pleiteado:

  • Provas objetivas, de caráter eliminatório e classificatório, para todos os cargos.
  • Prova discursiva, de caráter eliminatório e classificatório, somente para os cargos de Analista Judiciário.
  • Teste de aptidão física, de caráter eliminatório, somente para o cargo de Técnico Judiciário – Área: Administrativa – Especialidade: Agente da Polícia Judicial.
  • Avaliação de títulos, de caráter classificatório, somente para os cargos de Analista Judiciário.

Confira os cargos disponíveis e seus respectivos salários:

Analista Judiciário – Área administrativa

Requisitos: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino superior em qualquer área de formação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC)
Remuneração inicial: R$ 13.994,78
Jornada de Trabalho: 40 horas semanais

Analista Judiciário – Área: administrativa – Especialidade: Contabilidade

Requisitos: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior em Ciências Contábeis, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no órgão de classe
Remuneração inicial: R$ 13.994,78
Jornada de Trabalho: 40 horas semanais

Analista Judiciário – Área: apoio especialidade – Especialidade: Arquitetura

Requisitos: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior em Arquitetura, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no órgão de classe
Remuneração inicial: R$ 13.994,78
Jornada de Trabalho: 40 horas semanais

Analista Judiciário – Área: apoio especializado – Especialidade: Arquivologia

Requisitos: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior em Arquivologia, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no órgão de classe
Remuneração inicial: R$ 13.994,78
Jornada de Trabalho: 40 horas semanais

Analista Judiciário – Área: apoio especializado – Especialidade: Biblioteconomia

Requisitos: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior em Biblioteconomia, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no órgão de classe
Remuneração inicial: R$ 13.994,78
Jornada de Trabalho: 40 horas semanais

Analista Judiciário – Área: apoio especializado – Especialidade: Enfermagem

Requisitos: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior em Enfermagem, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no órgão de classe
Remuneração inicial: R$ 13.994,78
Jornada de Trabalho: 30 horas semanais

Analista Judiciário – área: apoio especializado – Especialidade: Engenharia Civil

Requisitos: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior em Engenharia Civil, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no órgão de classe
Remuneração inicial: R$ 13.994,78
Jornada de Trabalho: 40 horas semanais

Analista Judiciário – Área: apoio especializado – Especialidade: Engenharia Elétrica

Requisitos: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior em Engenharia Elétrica, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no órgão de classe
Remuneração inicial: R$ 13.994,78
Jornada de Trabalho: 40 horas semanais

Analista Judiciário – Área: apoio especializado – Especialidade: Engenharia Mecânica

Requisitos: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior em Engenharia Mecânica, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no órgão de classe
Remuneração inicial: R$ 13.994,78
Jornada de Trabalho: 40 horas semanais

Analista Judiciário – Área: apoio especializado – Especialidade: Estatística

Requisitos: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior em Estatística, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no órgão de classe
Remuneração inicial: R$ 13.994,78
Jornada de Trabalho: 40 horas semanais

Analista Judiciário – Área: apoio especializado – Especialidade: Medicina (Clínica Médica)

Requisitos: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior em Medicina, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e Registro de Qualificação de Especialidade (RQE) no órgão de classe
Remuneração inicial: R$ 13.994,78
Jornada de trabalho: 20 horas semanais

Analista Judiciário – Área: apoio especializada | Especialidade: Medicina (Psiquiatria)

Requisitos: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior em Medicina, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e Registro de Qualificação de Especialidade (RQE) no órgão de classe
Remuneração inicial: R$ 13.994,78
Jornada de trabalho: 20 horas semanais

Analista Judiciário – ÁREA: apoio especializado | Especialidade: Medicina do Trabalho

Requisitos: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior em Medicina, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e Registro de Qualificação de Especialidade (RQE) no órgão de classe
Remuneração inicial: R$ 13.994,78
Jornada de trabalho: 20 horas semanais

Analista Judiciário – Área: apoio especializado | Especialidade: Odontologia

Requisitos: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior em Odontologia, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no órgão de classe
Remuneração inicial: R$ 13.994,78
Jornada de trabalho: 30 horas semanais

Analista Judiciário – Área: apoio especializado | Especialidade: Psicologia

Requisitos: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior em Psicologia, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no órgão de classe
Remuneração inicial: R$ 13.994,78
Jornada de trabalho: 40 horas semanais

Analista Judiciário – área: apoio especializado | Especialidade: Serviço Social

Requisitos: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior em Serviço Social, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no órgão de classe
Remuneração inicial: R$ 13.994,78
Jornada de trabalho: 40 horas semanais

Analista Judiciário – Área: Judiciária

Requisitos: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino superior em Direito, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC
Remuneração inicial: R$ 13.994,78
Jornada de trabalho: 40 horas semanais

Técnico Judiciário – Área: administrativa

Requisitos: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino superior em qualquer área de formação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC
Remuneração inicial: R$ 8.529,65
Jornada de trabalho: 40 horas semanais

 Técnico Judiciário – Área: administrativa | Especialidade: Agente da Polícia Judicial

Requisitos: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino superior em qualquer área de formação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC
Remuneração inicial: R$ 8.529,65, acrescido de R$ 1.243,91 (Gratificação de Atividade de Segurança – GAS), totalizando R$ 9.773,56
Jornada de trabalho: 40 horas semanais

Técnico Judiciário – Área: apoio especializado | Especialidade: Programação de Sistemas

Requisitos: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino superior em qualquer área de formação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e, ainda, certificado(s) de conclusão com aproveitamento de curso(s) de programação ou desenvolvimento de sistemas de, no mínimo, 180 horas ou cuja soma seja de, no mínimo, 180 horas
Remuneração inicial: R$ 8.529,65
Jornada de trabalho: 40 horas semanais



Veja mais notícias no blogdovalente.com.br e siga o Blog no Google Notícia