Auxílio emergencial até 2022 pode ser prorrogado apenas para este grupo; veja qual

Auxílio emergencial até 2022 pode ser prorrogado
Foto : Divulgação

Como o Governo Federal ainda não bateu o martelo sobre o futuro do Auxílio Emergencial, as ideias não param de surgir por lá. Nesta semana, por exemplo, está crescendo uma espécie de plano B para o benefício. Uma ala do poder executivo quer fazer a prorrogação apenas para quem recebe o Bolsa Família.

Hoje, de acordo com as informações oficiais, o Governo Federal está a um pagamento do fim do Auxílio Emergencial. O calendário oficial do programa aponta que a derradeira liberação deve acontecer ainda neste mês de abril. Algo em torno de 25 milhões de brasileiros irão ficar sem nada a partir de novembro.

Por isso, uma ala do Governo está tentando prorrogar esse benefício por mais alguns meses. Só que tem muita gente dentro do Palácio do Planalto demonstrando preocupação com as contas públicas. Por isso, eles estão dando a ideia de aplicar a prorrogação apenas para as pessoas que recebem o Bolsa Família.

Neste caso, apenas algo em torno de 14,6 milhões de indivíduos receberiam esse benefício somado com o que recebem atualmente. Nesse caso, há dois aspectos que devem ser levados em consideração. A quantidade de pessoas que recebem algum projeto do Governo vai cair drasticamente, mas o valor vai subir consideravelmente.

Isso aconteceria porque hoje a média de pagamentos do Bolsa Família é de R$ 189. E Esses cidadãos seguiram recebendo esse montante, mas agora elas receberiam uma espécie de adicional de R$ 250, que seria equivalente ao Auxílio Emergencial. Em alguns casos, por exemplo, esse montante poderia chegar a mais de R$ 400 para algumas pessoas.

Até quando?

A ideia desta ala do Governo Federal é seguir com essa prorrogação por mais tempo do que o esperado. Como os repasses iriam para menos pessoas, então seria possível prorrogar a ideia por mais alguns meses.

Há quem diga que essa extensão poderia chegar até o mês de janeiro de 2023. Caso isso acontecesse, seria possível seguir recebendo esse dinheiro até depois das eleições presidenciais deste ano. Pelo menos é o que se sabe.

Só que nada disso está confirmado ainda. Como dito, isso é apenas uma ideia que está circulando já há algumas semanas. Oficialmente, o poder executivo ainda não está falando sobre esse assunto.

Além do Auxílio Emergencial

Não é só o Auxílio Emergencial que está na mesa de discussões do Governo Federal neste momento. Eles também estão debatendo a questão do valor do novo Bolsa Família. Esse programa deve entrar já daqui a algumas semanas.

Só que até agora, ainda não há definições importantes sobre ele. Oficialmente, ainda não se sabe quantos brasileiros poderão pegar esse dinheiro. Também não se sabe qual vai ser o valor médio dos pagamentos para esses futuros beneficiários.

Hoje, de acordo com o Ministério da Cidadania, algo em torno de 14,6 milhões de pessoas recebem esse benefício. Os valores médios mensais atuais estão na casa dos R$ 189. O plano do Governo é turbinar esses números a partir de novembro.