Menina de 11 anos vítima de estupro por padrasto faz aborto legal na Bahia

Delegacia da cidade de Casa Nova, no norte da Bahia, onde ocorreu o caso — Foto: Divulgação/Polícia Civil

Uma menina de 11 anos foi vítima de estupro pelo padrasto e fez um aborto legal na cidade de Casa Nova, no norte da Bahia. O homem foi preso nesta quarta-feira (20).

A menina foi internada com suspeita de apendicite e, durante os exames, foi constatado que ela estava grávida de 10 semanas. Ela contou à equipe médica que era vítima de abusos sexuais, físicos e psicológicos há um ano.

O aborto legal é permitido no Brasil nos casos de estupro, risco de vida para a gestante ou anencefalia do feto. A menina, que teve o direito garantido pela legislação, foi acompanhada por uma equipe multidisciplinar durante o procedimento.

O padrasto da menina foi interrogado e encaminhado para realização do exame de corpo de delito. Ele será encaminhado para o Conjunto Penal de Juazeiro, cidade que também fica no norte do estado.

A advogada da menina, Ana Paula Araújo, disse que a criança está “em recuperação” e que “foi muito importante que ela tenha tido acesso ao aborto legal”.

“Ela está passando por um momento muito difícil, mas está recebendo todo o apoio necessário”, afirmou a advogada.

De acordo com o Ministério da Saúde, os casos de estupro infantil no Brasil aumentaram 18% entre 2020 e 2021. Em 2021, foram registrados 56.098 casos de estupro de vulnerável no país, sendo que 70% das vítimas eram crianças.



Veja mais notícias no blogdovalente.com.br e siga o Blog no Google Notícia