Brasileirão é paralisado por duas rodadas após pedido de 15 clubes, informa CBF

Foto: reprodução

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) acatou o pedido de 15 dos 20 clubes da Série A e suspendeu o Brasileirão por duas rodadas. As rodadas 7 e 8, que seriam disputadas nos próximos dois fins de semana, estão adiadas. A paralisação coincide com a suspensão já anunciada dos jogos dos times gaúchos – Grêmio, Internacional e Juventude – até o dia 27 de maio. Se não houver novas mudanças, o Brasileirão volta na 9ª rodada, em 1º de junho.

A decisão vem após pressão de diversos clubes. Na última segunda-feira, os 11 times da Liga Forte União se manifestaram publicamente pedindo a paralisação do campeonato. Eles foram apoiados por Atlético-MG, Bahia, Grêmio e Vitória. Os únicos cinco clubes que não defenderam a paralisação foram Bragantino, Corinthians, Flamengo, Palmeiras e São Paulo.

Inicialmente, o presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues, havia dito que a decisão sobre a paralisação seria dos clubes. A entidade convocou o Conselho Técnico da Série A para o próximo dia 27 para discutir o assunto. No entanto, a CBF foi criticada pela demora na marcação da reunião. O vice-presidente do Grêmio, Antônio Brum, chegou a chamar a data do Conselho de “brincadeira de mau gosto”.

Ao chegar à Tailândia, onde a Fifa anunciará na sexta-feira a sede da Copa do Mundo Feminina de 2027, Ednaldo afirmou na terça-feira que acataria a decisão dos clubes. Apesar disso, o presidente da CBF ressaltou que “não é tão fácil” parar o Brasileirão.

No próximo meio de semana, haverá jogos da Copa do Brasil. Até agora, a entidade não anunciou paralisação de outros campeonatos que organiza. A medida é restrita à Série A.

Os clubes gaúchos não entram em campo desde a última semana de abril. Se não houver reviravolta, Inter e Grêmio voltarão a disputar uma partida oficial no fim de maio. O Colorado recebe o Belgrano, no dia 28, pela Sul-Americana. O Tricolor encara o The Strongest, no dia 29, pela Libertadores. Não há definição de local para os jogos. O Juventude retornará a campo no dia 1º de junho, contra o Bragantino, fora de casa, pelo Brasileirão.

Veja a nota da entidade:

Nos últimos dias, o Brasil se viu radicalmente afetado por uma tragédia ambiental sem precedentes na história, que impactou diretamente milhões de pessoas no Estado do Rio Grande do Sul e, por conseguinte, o futebol praticado no Brasil.

Nesse sentido, não se pode olvidar que o esporte e a sociedade caminham concomitantemente, não podendo se separar ainda mais em um momento tão difícil para a população brasileira.

Sendo assim, a CBF, como entidade nacional de administração do desporto, se solidariza com cada vítima desse evento catastrófico, ressaltando que está empreendendo todos os esforços, no âmbito nacional e internacional, que estão ao seu alcance para colaborar com o povo gaúcho nessa drástica crise através de ações e iniciativas, sem prejuízo de outras que ainda serão desenvolvidas, caso necessário.



Veja mais notícias no blogdovalente.com.br e siga o Blog no Google Notícia