Fifa dá sinal verde para testar uso de vídeo em lances duvidosos

alx_esporte-futebol-final-campeonato-paulista-santos-palmeiras-ricardo-matsukawa-20150503-031_original

A Fifa e a International Board (IFAB) aprovaram neste sábado o uso do vídeo em lances duvidosos no futebol, numa decisão histórica para o esporte. Falando após o encontro dos dirigentes responsáveis pelas regras do futebol em Cardiff, no País de Gales, a IFAB indicou que os testes vão começar em diferentes ligas.

“Essa foi uma decisão histórica”, indicou Jonathan Ford, um dos dirigentes na reunião. Segundo a IFAB, por dois anos os testes serão realizados e, em 2018, uma decisão final será tomada. “Existem várias ligas no mundo que querem testar e vamos concentrar esses exames na IFAB para ter um controle completo sobre o tema”, indicou Ford. Já foi decretado que as câmeras constarão na final da Liga dos Campeões deste ano, que será realizada no Estádio San Siro, em Milão, na Itália.

 

Protocolos serão estabelecidos para padronizar os testes e a IFAB insiste que não bastará apenas colocar duas câmeras em campo. O órgão acredita que os testes possam começar em 2017. No total, 13 ligas pediram para fazer os testes, entre elas a CBF. Segundo comunicado da Fifa, haverá um árbitro assistente responsável por acionar os vídeos quando for necessário. A reprodução dos vídeos poderá acontecer através de uma requisição do árbitro principal ou em comunicado entre a equipe de arbitragem do jogo. A intenção não é ter 100% de acerto em todas as decisões do juiz, mas contribuir com as decisões que podem mudar o rumo de um jogo, com gols duvidosos.

“Estamos escutando os torcedores. Temos de ser cautelosos, mas vamos tomar passos adiante para que uma nova era comece”, disse Gianni Infantino, o novo presidente da Fifa. (Veja)