Capitão do Vitória deixa o time após vaias da torcida; Zeca acerta rescisão de contrato

Foto: reprodução / redes sociais

O lateral-direito Zeca não joga mais pelo Vitória. Capitão do time e um dos símbolos do título da Série B em 2023, o jogador entrou em uma fase de baixa e foi vaiado pelos torcedores durante a derrota para o Botafogo na última quarta-feira, que resultou na eliminação do Leão na Copa do Brasil.

Em pronunciamento nesta sexta-feira, o presidente Fábio Mota e o próprio lateral confirmaram a saída com rescisão de contrato em comum acordo. Ambos, contudo, não detalharam os motivos do fim do vínculo.

“Estamos com nosso capitão, campeão brasileiro e baiano. Hoje não é um dia feliz. Ele veio se despedir, está nos deixando. Vamos ficar torcendo por ele, esteja onde estiver. Não é só um atleta”, disse Fábio Mota.

As falas foram reproduzidas pelo Globo Esporte (GE).

“Nação, queria agradecer por todos os momentos com vocês. Quando cheguei, disse que voltei a ter alegria e a ser feliz no clube. Estava pensando em parar. O Vitória me deu alegria. Tenho eterna gratidão pela torcida. Eu falo abertamente isso. Sou grato. Emocionado, um ano e meio de história, de títulos da Série B e Baiano. Nação, acredite no trabalho do professor, do presidente. Sei que não é um momento bom, não é uma fase boa. O trabalho está sendo feito. As vitórias vão começar a vir. Mas vamos precisar do apoio de vocês que as coisas vão mudar. Vão ficar no meu coração eternamente”, completou Zeca.



Veja mais notícias no blogdovalente.com.br e siga o Blog no Google Notícia