Fundador do Titãs morre em decorrência do coronavírus

O cantor Ciro Pessoa, um dos fundadores da banda Titãs ao lado de Branco Mello, Tony Bellotto e Sérgio Britto, faleceu nesta terça-feira (5) em decorrência do coronavírus.

A morte do artista de 62 anos, foi confirmada pela ex-mulher de Ciro, Isabela Johansen, nas redes sociais.

“É com tristeza e amor eterno que venho aqui dizer que meu ex-marido, Ciro Pessoa, pai da minha filha e enteado amados, faleceu. Ele estava lutando contra o câncer e nas indas e vindas ao hospital acabou contraindo Covid-19. Foi internado, mas infelizmente não resistiu”, escreveu.

O músico foi responsável por compor alguns dos sucessos da banda como Sonífera Ilha e Homem Primata e deixou a banda em 1983. Nas redes sociais, Branco Mello lamentou a perda do amigo.

“Estou profundamente triste com a partida nessa madrugada do meu irmão, músico, poeta e primeiro grande parceiro, Ciro Pessoa. Foi dele a ideia de reunir os amigos compositores no começo dos anos 80 pra fazermos uma banda de rock. E assim formamos os Titãs”.

Foto: Instagram/ Arquivo Pessoal
                          Foto: Instagram/ Arquivo Pessoal

 

Nando Reis, Arnaldo Antunes e Paulo Miklos também lamentaram a morte. “Ele se foi, a vida continua, a música é eterna, e a tristeza me invade. Ciro Pessoa, pessoa única, marcou minha vida”, escreveu Nando.

“Ciro foi uma inspiração, com quem dividi os sonhos do princípio da carreira. E continuará presente cada vez que eu cantar esses versos:’ ‘descansa meus olhos, sossega minha boca, me enche de luz’”, disse Paulo Miklos.

“Estou profundamente triste com a partida nessa madrugada do meu irmão, músico, poeta e primeiro grande parceiro, Ciro Pessoa. Foi dele a idéia de reunir os amigos compositores no começo dos anos 80 pra fazermos uma banda de rock e assim formamos os Titãs. Siga em paz querido Ciro”, compartilhou Arnaldo.

*Bahia.Ba