PM encerra festa com 700 pessoas na casa da cantora Elba Ramalho em Trancoso; cantora diz que não sabia e que estava na missa

Elba Ramalho ficou bastante insatisfeita de ver seu nome exposto após a polícia interromper uma festa que acontecia na sua casa, em Trancoso, no litoral sul da Bahia. Segundo a cantora, a casa que recebeu cerca de 400 convidados pertence a ela, mas está alugada.

m seu perfil no Instagram, Elba garantiu não ter nada a ver com o evento e afirmou que estava na missa quando a festa estava acontecendo.

“Eu estou em Trancoso, hospedada no Club Med. Minha casa está alugada desde o dia 25 de dezembro até 4 de janeiro, é uma coisa que é de praxe, todo ano a gente aluga. Eu não sabia que a casa estava tendo uma festa nessa proporção. No momento da festa eu estava na igreja, na missa, fazendo minha leitura, rezando meu terço. Depois, parei com umas amigas e fiquei conversando, fui comer um sanduíche vegano, e comecei a receber mil mensagens”, disse.

No esclarecimento, a cantora relatou ainda que estava bastante chateada em ver seu nome envolvido na polêmica. “É chato porque nós, artistas, precisamos dar um bom exemplo, e eu sou uma pessoa muito responsável. Eu não sei quem vai responder por isso, a polícia parou uma festa que estava acontecendo na minha casa, mas que não foi feita por mim. Eu não estava presente e nem sabia dessa festa. Nem conheço direito as pessoas (que alugaram)”, completou.

*Correio