‘A Record proíbe falar de viado’, diz apresentadora após ser demitida da emissora

‘A Record proíbe falar de viado’, diz apresentadora após ser demitida da emissora
Foto: Reprodução/Instagram/polianarozado

Após ser demitida da Record TV de Minas Gerais, a apresentadora Poliana Rozado, que era titular do quadro de fofocas ‘A Hora da Venenosa’, dentro do Balanço Geral MG, contou durante uma live de interação no Instagram que a emissora é conversadora e que queria moldar ela. 

“A Record estava insatisfeita com meu perfil, que sempre foi assim, né? Eles são muito conservadores e começaram a querer me moldar. Até para cobrir tatuagens eles pediram, tirar piercing e tal”, disse. 

Ao ser questionada se o motivo da demissão foi por ter pedido aumento de salário, ela contou que não foi, e afirmou que era proibida de falar assuntos sobre a comunidade LGBTQ+. “Nada a ver. Não pedi aumento, até porque eles nunca dão. Ninguém nem pode. A Record proíbe a gente até de falar de viado”.