Bahia recebe primeira Deam Itinerante

Bahia recebe primeira Deam Itinerante
Foto: Divulgação/Polícia Civil

Bahia recebe a primeira Delegacia Especial de Atendimento a Mulher (Deam) Itinerante. Os atendimentos da especializada será realizado em um ônibus da Polícia Civil e contará com uma equipe especialista no atendimento de casos de violência contra mulher. A unidade visitará quatro cidades baianas até o começo de outubro, sendo elas: Ipiaú, Jaguaquara, Itatim e Itapetinga.

A apresentação do projeto ocorreu durante o 1º Encontro Estadual das Delegacias e Núcleos Especiais de Atendimento às Mulheres, nesta terça-feira (14), no auditório do  prédio-sede da Secretaria da Segurança Pública (SSP), localizado no Centro Administrativo da Bahia (CAB). O objetivo da Deam Itinerante é reduzir a subnotificação dos crimes contra mulher, principalmente no interior.

“Esse projeto veio da necessidade de estarmos mais próximos em comunidades onde não tínhamos uma estrutura voltada diretamente para a violência contra mulher”, explica a delegada-geral, Heloísa Campos de Brito.

Apesar da redução de 17,6% do número de feminicídios na Bahia, os números ainda preocupam. Em 2021, entre janeiro e setembro, foram 63 mulheres mortas. Em 2020, foram 74 casos no mesmo período. “Ainda é um número substancial. E pior, a gente não sabe quantos outros tipos de violência aconteceram com essa mulher, como a violência emocional, patrimonial, que vão numa crescente, até que a mulher não aguenta mais e faz a denúncia”, relata a delegada-geral.

Ao todo, a Bahia possui 15 delegacias especializadas para a mulher, sendo duas em Salvador, nos bairros do Engenho Velho de Brotas e Periperi, e duas na Região Metropolitana de Salvador (RMS).

A equipe do Deam Itinerante será composta por uma delegada, uma escrivã e duas a três investigadoras. “Nossa equipe vai poder, inclusive, falar acerca dos direitos, quais medidas podem ser adotadas pelas mulheres vítimas de violência, para onde ela pode recorrer e qual a rede de proteção de apoio”, disse.