Operação Ojuara: Polícia Federal combate tráfico ilegal de animais via Correios na Bahia

Os animais eram criados de forma clandestina e depois vendidos nas redes sociais

Foto: reprodução

A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira (28) a Operação Ojuara, que visa de cumprir mandados judiciais da investigação de tráfico ilegal de animais via Correios. A ação contou com o apoio da Companhia Independente de Polícia de Proteção Ambiental (COPPA) e do Centro de Triagem de Animais Silvestres CETAS/INEMA.

A Polícia Federal, com apoio da COPPA/PM, cumpriu dois mandados de busca e apreensão, ordenados pela 17ª Vara Federal da Seção Judiciária da Bahia.

O início da investigação se deu com a apreensão de répteis na Agência Central dos Correios em Simões Filho/BA, onde a polícia identificou objetos postais fraudulentos contendo carga viva. Os criminosos  criavam os animais silvestres e exóticos clandestinamente, os vendiam pela internet e entregava via Correios.

Os agentes enviaram os animais apreendidos para o Centro de Triagem de Animais Silvestres do INEMA para reabilitação visando, devolvê-los à natureza quando possível.

Os envolvidos poderão responder por tráfico e maus-tratos de animais, introdução de espécimes animais no país sem autorização, receptação e falsidade ideológica. As penas podem chagar a 12 anos de prisão.

Foto: reprodução


Veja mais notícias no blogdovalente.com.br e siga o Blog no Google Notícia