Maia ironiza e diz que “ninguém está sentindo falta” de Weintraub no MEC; ex-ministro está nos EUA

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), ironizou a saída rápida do país do ex-ministro da Educação, Abraham Weintraub, durante coletiva nesta terça-feira (23/6). De acordo com o deputado, esse seria o primeiro caso de uma pessoa que diz ser perseguida, mas conta com apoio do governo.

Weintraub chegou nos EUA na manhã do último sábado (20/6). “Eu não entendi por que…ele tava fugindo de alguém? Estranho, não é? Vai ser a primeira vez na história que alguém diz que está exilado e tem o apoio do governo, né? Geralmente é o contrário. As pessoas fogem porque estão sendo perseguidas por um governo. Ninguém está sentindo falta dele no Ministério da Educação. Ninguém queria que ele ficasse no Brasil de qualquer jeito, porque, de fato, é uma pessoa que mais atrapalhou do que ajudou”, ironizou.

Fonte: BN