Mortes por Covid-19 em SP só começarão a cair em 2021, estima diretor do Butantan

O diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, disse acreditar que o estado de São Paulo continuará com índices elevados de mortalidade por Covid-19 até o ano que vem.

A declaração de Dimas, integrante do Centro de Contingência do governo paulista para o combate ao novo coronavírus, foi feita em um debate on-line realizado pela Fapesp nesta terça, registra o Agora São Paulo.

“Nós vamos manter essa epidemia por um bom tempo ainda. Provavelmente a taxa de mortalidade também, embora possa até estar estabilizada em um patamar elevado”, declarou o diretor do Butantan.

“Nós estamos tendo em torno de 300, um pouco mais de 300 óbitos por dia no estado de São Paulo, o que corresponde a um Boeing 747. Estamos tendo a explosão de um Boeing 747 por dia. E pode ser que isso ainda se prolongue até o ano que vem.”

De acordo com os números divulgados nesta quarta (15), o estado de São Paulo já registrou 393.176 casos de Covid-19, com 18.640 mortes.

*OAntagonista