Exército descobre mais 4 toneladas de nitrato de amônio em porto de Beirute

O Exército libanês informou ontem (3) que encontrou outras 4,35 toneladas de nitrato de amônio perto da entrada 9 do porto de Beirute, onde houve uma grande explosão causada pelo mesmo produto há exatamente um mês. A tragédia matou cerca de 190 pessoas e deixou 6,5 mil feridos, além de um prejuízo estimado de US$ 15 bilhões.

As autoridades disseram que o acidente do dia 4 de agosto foi causado por cerca de 2.750 toneladas de nitrato de amônio armazenadas de forma irregular por anos no porto.

O Exército não esclareceu a origem das 4,35 toneladas de nitrato de amônio, nem como elas foram parar no porto, mas disse que o material foi levado para um local seguro. A substância que explodiu há um mês tinha sido apreendida em 2013 de um navio russo com bandeira da Moldávia, que havia feito uma parada de emergência por problemas técnicos.

*M1