Celso de Mello se despede da Segunda Turma do STF e recebe homenagem

Prestes a se aposentar, o ministro Celso de Mello, decano do Supremo Tribunal Federal (STF), despediu-se nesta terça-feira (6) da Segunda Turma da Corte, após participar da última sessão no colegiado.

O decano (mais antigo ministro), que vai se aposentar na próxima terça-feira (13), foi homenageado pelos colegas da turma, também composta pelos ministros Gilmar Mendes, Ricardo Lewandowski, Edson Fachin e Cármen Lúcia.

Emocionado, o presidente da turma, ministro Gilmar Mendes, afirmou que Celso de Mello “dedicou uma vida à defesa da integridade institucional, na renovação permanente do compromisso e devoção aos pilares da nossa democracia”.

Segundo Mendes, o legado do decano é “fruto da incansável dedicação do seu excepcional saber jurídico à proteção do estado de direito”.

“Qualquer tentativa de registro do significado da trajetória do decano seria certamente incapaz de apreender o simbolismo de sua figura para os membros do tribunal”, afirmou.

Para Mendes, “a presença de Celso no Supremo não se esgota neste caloroso momento. Será ela projetada por todos que creem na relevância da jurisdição constitucional para a construção de uma sociedade justa”.

O ministro Ricardo Lewandowski desejou felicidade ao decano e disse que ele “não apenas conquistou a sabedoria, mas soube usá-la em prol do avanço civilizatório da nação brasileira”.

Fonte: G1