Homem é agredido em açougue por reclamar de preço da carne e morre

Homem é agredido em açougue por reclamar de preço da carne e morre
Imagem: Reprodução/RBS

Um homem de 40 anos foi agredido e morto pelo gerente de um açougue, em Porto Alegre, após reclamar do preço da carne.

Segundo informações da Polícia,  Wagner de Oliveira Lovato  foi agredido com socos e chutes  o que teria provocado uma confusão em frente ao estabelecimento, no último sábado (2).

Wagner era vendedor ambulante  e vendia salgados na rua para ajudar no sustento da esposa, três filhas e uma neta —, não resistiu aos ferimentos e morreu ontem no Hospital Cristo Redentor.

A investigação inicial aponta que o gerente estava de folga no momento do crime, mas teria se dirigido ao local para pegar chaves. Além dele, um amigo que o acompanhava teria participado das agressões, ocorridas na rua Getúlio Vargas.

Segundo depoimento de testemunhas à polícia, as agressões teriam continuado mesmo após a vítima cair na calçada em frente ao açougue e não recobrar os sentidos. Os suspeitos foram presos em flagrante, escondidos no estabelecimento e aguardam resultado da audiência de custódia. Nenhum dos envolvidos tem histórico de crimes.