Bolsonaro dá sinais de que vai fugir dos debates eleitorais, diz revista

Bolsonaro dá sinais de que vai fugir dos debates eleitorais, diz revista
Foto: Kelly Fuzarod/ Band

O presidente Jair Bolsonaro (PL) dá sinais de que vai fugir dos debates eleitorais, embora tenha afirmado que participaria este ano por se considerar “muito mais bem preparado” que em 2018.

Segundo apuração da Veja, o presidente não enviou representantes para nenhuma das reuniões marcadas por veículos de comunicação para discutir a organização dos debates e sabatinas. Dentre os encontros nos quais emissários de Bolsonaro estiveram ausentes estão os organizados por VEJA/SBT/O Estado de S. Paulo/Rádio Novabrasil FM, CNN, Jovem Pan, TV Bandeirantes, RecordTV, UOL/Folha e a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, na TV Aparecida.

De acordo com a revista, o ex-presidente Lula (PT), a senadora Simone Tebet (MDB), o ex-governador de São Paulo João Doria (PSDB), o ex-ministro Ciro Gomes (PDT) e nomes de partidos menores, como Luís Felipe D’Avila (Novo) e André Janones (Patriota) enviaram seus representantes. Até mesmo o ex-juiz Sergio Moro teve emissários, quando ainda era pré-candidato à Presidência.

Segundo a Veja, interlocutores das campanhas nas reuniões com os veículos de comunicação informaram que tem sido discutidas as estratégias para lidar com os “candidatos fujões”. Não se sabe ainda se haverá púlpitos vazios ou avisos de que o postulante não compareceu.

Fonte: Bahia.ba