TSE simula ataque hacker em urnas eletrônicas em meio a críticas de Bolsonaro

TSE simula ataque hacker em urnas eletrônicas em meio a críticas de Bolsonaro
Foto: reprodução

 

Em maio à ofensiva do presidente Jair Bolsonaro (PL) contra o sistema eleitoral, o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) realiza nesta semana novos testes com ataques controlados às urnas eletrônicas. Embora essa análise já estivesse prevista, ela ocorre no momento em que o presidente ) amplia insinuações golpistas e ataques às urnas e dias após o TSE negar sugestões das Forças Armadas ao processo eleitoral.

Na atual etapa do chamado TPS (Teste Público de Segurança do Sistema Eletrônico de Votação), os investigadores repetem cinco planos de expor vulnerabilidades do equipamento.

Esses exercícios de ataques foram aplicadas em novembro de 2021, em fase anterior do ciclo de testes públicos das urnas.

Segundo o TSE, os planos que serão repetidos foram “bem-sucedidos”, ou seja, geraram sugestões de aperfeiçoamento das urnas, mas não apresentaram brechas que podem comprometer o pleito deste ano.

A ideia é verificar se os sistemas, que passaram por ajustes, seguem com alguma vulnerabilidade. Os testes serão feitos até sexta-feira (13) e incluem simulações de ataque hacker e ações conduzidas por peritos da Polícia Federal.

Fonte: Bahia.ba