Com bandeira vermelha, conta de luz ficará mais cara em novembro

A Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) anunciou, na tarde desta sexta-feira (25), que a bandeira tarifária em novembro de 2019 será vermelha (patamar 1) com custo de R$ 4,169 para cada 100 quilowatts-hora consumidos. Com isso, a conta de luz dos brasileiros ficará mais cara em relação ao último mês.

Segundo a agência reguladora, o regime de chuvas ficou abaixo do padrão histórico, o que influencia diretamente na capacidade de produção das hidrelétricas, eleva os custos e traz consequências diretas no preço da energia.

No mês de outubro, os brasileiros estão pagando a bandeira tarifária amarela, que tem cobrança de R$ 1,50 extras a cada 100 kWh (quilowatts-hora consumidos).

Criado pela Aneel, o sistema de bandeiras tarifárias sinaliza o custo real da energia gerada. O funcionamento das bandeiras tarifárias é: as cores verde, amarela ou vermelha (nos patamares 1 e 2). Elas indicam se a energia custará mais ou menos em função das condições de geração.