Benefícios de 1740 aposentados e pensionistas estaduais serão cortados por pendência na prova de vida

Medida afeta beneficiários que deveriam ter se submetido ao procedimento em janeiro

Benefícios de 1740 aposentados e pensionistas estaduais serão cortados por pendência na prova de vida

Os 1.740 aposentados e pensionistas da Bahia convocados pela Superintendência de Previdência (Suprev), que ainda não realizaram a prova de vida de janeiro e que até esta quarta-feira (9) não se recadastraram, terão os seus benefícios bloqueados na folha de pagamento de março. No total, 11.797 beneficiários deveriam se submeter à prova de vida até 31 de janeiro.

Ao término do período, no entanto, apenas 7.738 deles haviam atendido ao chamado. Desde então, a Previdência ampliou por diversas vezes o prazo concedido aos beneficiários, antes de optar pela medida que gera impacto no pagamento a ser liberado já no próximo dia 30 de março.

A coordenadora de Relacionamento com o Beneficiário da Superintendência de Previdência do Estado (Suprev), Sílvia Machado ressalta que a prova de vida é essencial para que o  Estado evite pagamentos indevidos e tentativas de fraudes.“ Os aposentados e pensionistas com benefício bloqueado podem inclusive ter a sua situação normalizada após cumprir procedimento”, explica.

A coordenadora chama atenção também para o fato de que já na próxima terça (15) se encerra o prazo para os convocados do mês de fevereiro se submeterem ao procedimento sem risco de interrupção no pagamento. Dos 10.868 convocados para fevereiro, 3.040 ainda estão com pendência.

O cronograma da prova de vida segue o mês de aniversário do aposentado ou do ex-servidor falecido que gerou a pensão previdenciária, e é este período que deve ser seguido para evitar bloqueios. Do início do mês de março até agora, 3.985 beneficiários do total de 10.949 convocados do mês já se submeteram ao recadastramento.

O grupo é o primeiro a contar com a alternativa da Prova de Vida Digital, um serviço inteiramente remoto que permite a realização do procedimento de qualquer celular com acesso à internet por meio do aplicativo GOV.BR. Os retardatários de janeiro e fevereiro, no entanto, continuam com acesso à  prova de vida por vídeo-atendimento ou presencialmente.

As várias modalidades de atendimento da prova de vida visam garantir mais comodidade e segurança aos beneficiários. Para se submeter ao procedimento por vídeo-atendimento ou presencialmente nos postos da Rede SAC, o beneficiário precisam realizar agendamento prévio por meio do SAC Digital ou no call center da Suprev/SAC pelos telefones 0800 071 5353 (para chamadas de telefone fixo) e (071) 4020-5353 (para ligações de telefone fixo e celular).

Mais informações podem ser obtidas no Portal do Servidor. Já para realizar a prova de vida digital, o beneficiário precisa baixar o aplicativo e fazer sua conta no GOV.BR. No YouTube da Saeb, os usuários encontram um vídeo com o passo a passo completo para executar o procedimento.