Com alta no preço do combustível, veja dicas da ciência para economizar

Com alta no preço do combustível, veja dicas da ciência para economizar
Divulgação/Agência Brasil

Um novo aumento nos preços do combustível entrou em vigor no país na última sexta-feira (11), preocupando o consumidor brasileiro. Se você é dono de um carro, certamente já deve estar pensando em como vai fazer para conseguir economizar ao máximo cada centavo na atual situação. Por isso, preparamos algumas dicas simples, que vão fazer com que você gaste menos combustível ao dirigir. O segredo de algumas delas está na física.

1. Mantenha os pneus calibrados:  Quando um veículo se movimenta, o processo envolve duas forças conhecidas das aulas de ciências exatas, mais especificamente a de física: o atrito dos pneus com o solo e a resistência do ar. Essa força da resistência sobre um carro depende de sua área, velocidade, da densidade do ar e do coeficiente de deslocamento.

Diante disso, pneus que não estão cheios podem ser um grande problema para o consumo de combustível. Eles oferecem mais resistência na rodagem, o que significa que, a cada quilômetro rodado, os pneus vão gerar mais fricção (atrito), aumentando o consumo de gasolina. Se todos os pneus estiverem descalibrados em 10 PSI (unidade de medida da calibragem), isso pode reduzir a eficiência do combustível em até 10%. Por isso, sempre que possível, calibre-os.

2. Evite freadas bruscas:  O freio é claramente um recurso de segurança dos veículos. Mas, se você pisa com tudo nele a todo momento, isso significa também que, a todo momento, você precisará acelerar de novo.

3. Não fique com o carro ligado esperando:  Essa pode parecer óbvia, mas, no dia a dia, muita gente faz sem pensar no que está fazendo: se você está esperando algo ou alguém por mais de três minutos, simplesmente desligue o motor. Não há pressa para sair que compense manter ele em funcionamento, queimando combustível à toa.

4. Ligue o ar condicionado:  É verdade que o uso do ar condicionado faz com que o carro consuma mais combustível. No entanto, na estrada, isso se inverte: se o carro está viajando numa velocidade acima de 80 km/h com os vidros abertos, há um arrasto aerodinâmico (força de fricção que surge por intermédio do atrito, no caso, entre o ar e o automóvel) que aumenta o consumo de combustível.

5. Atenção ao porta-malas: É bom carregar alguns itens sempre consigo. O pneu reserva, popularmente chamado de estepe, é o principal — aliás, é lei manter um estepe no carro. No entanto, sempre há quem exagere e carregue muito peso no porta-malas, o que acarreta num aumento do consumo de combustível pelo carro.

6. Mantenha o carro alinhado e balanceado:  Ainda pensando nos pneus, é importante que as rodas estejam alinhadas. Quando não estão, aumentam o atrito com o solo e, por consequência, fazem com que o consumo de combustível cresça — além, é claro, de aumentar o risco de acidentes e diminuir a vida útil dos pneus.

7. Respeite as marchas: Para quem não dirige carro automático, é muito importante ficar atento ao câmbio. Para isso, monitore as rotações do motor no painel e identifique qual é o melhor momento para trocar de marcha. O uso do câmbio deve ser feito com cuidado, mantendo o consumo do motor eficiente.

*Com informações de UOL Carros, AutoPapo, Mundo Educação e Brasil Escola.