Quadrilha que vivia em áreas nobres no oeste é presa por ataques a banco

material_apreensao

Nove pessoas foram presas na região oeste da Bahia por fazerem parte de uma quadrilha especializada em roubos de veículos e explosões a bancos no interior do estado.

Segundo a polícia, os criminosos mantinham alto padrão de vida, com residências em áreas nobres e carros de luxo nas garagens.

A operação, comandada pela 11ª Coordenadoria de Polícia do Interior (Coorpin) e delegacias de Barreiras e Luís Eduardo Magalhães, localizou dois dos suspeitos em Barreiras e outros sete em Luís Eduardo Magalhães.

O titular de Luís Eduardo Magalhães, delegado Leonardo Mendes, ressaltou que a quadrilha agia também em outros estados. A operação, deflagrada na quarta-feira (9), prendeu ainda duas pessoas no estado do Tocantins e outra no município baiano de Jacobina. Segundo o delegado, a ação da Polícia Civil na região oeste contou com apoio do Departamento de Inteligência da Polícia e não houve confronto durante as prisões. A maioria dos suspeitos foram detidos em suas residências.

Com a quadrilha foram apreendidas armas armas de grosso calibre, de uso restrito das forças policiais. De acordo com o delegado, uma das armas é da Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal. Também foram localizados e apreendidos vários carros utilizados para assaltos, coletes a prova de bala, munição, rádios comunicadores, dinamite e granada. Os presos na região oeste permanecem custodiados na delegacia de Luís Eduardo Magalhães na manhã desta quinta-feira (10). (G1Bahia)