Delegado afirma que homicídio na Rádio Clube já tem autoria definida: “vamos proteger a população”

O delegado Adilson Bezerra, da 4ª Coorpin em Santo Antônio de Jesus, comentou sobre as mortes registradas na cidade. Bezerra concedeu entrevista ao repórter Antônio Carlos da Andaiá FM nesta quinta-feira (09). Segundo o delegado, Danrley Santos e Maurício de Jesus pertenciam a um grupo criminoso possivelmente foram executados por membros de uma facção criminosa rival, “lamentavelmente as mortes tem envolvimento com o tráfico de drogas”, disse.

Ainda conforme afirmação do delegado, Maurício de Jesus, que foi morto na noite de quarta (08) no bairro Rádio Clube, estava em liberdade condicional e havia saído a poucos dias do presídio. Danrley tinha envolvimento com roubo, porte ilegal de arma e suspeita de homicídios, “já estamos em operação, e um dos caso já temos prova de autoria definida. Iremos continuar nosso trabalho com a Polícia Militar para garantir a segurança da população”, garantiu.

Em entrevista à Rádio Clube FM, o perito Lino Oliveira informou que Danrley, morto na manhã desta quinta-feira (09) na Avenida Beira Mar foi atingido por cerca de 60 disparos. De acordo o Coordenador do DPT, possivelmente uma pistola foi utilizada na ação criminosa e alguns tiros foram realizados a curta distância. Danrley foi atingido nas costas, tórax e cabeça. Uma mulher, que estava na casa no momento do crime, foi atingida na perna e foi encaminhada ao Hospital Regional.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *