Salvador: Operação contra tráfico prende 8 universitários e empresários; polícia diz que eles enviavam drogas pelo correio

Estudantes de faculdades particulares de Salvador e empresários do ramo de bebidas foram presos na manhã desta terça-feira (25), durante uma operação da Polícia Civil para o combate ao tráfico de drogas sintéticas e haxixe em Salvador, região metropolitana e interior da Bahia.

De acordo com o Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), responsável pela ação, oito mandados de prisão preventiva foram cumpridos em Salvador, sendo um deles contra um detento no Complexo Penitenciário de Mata Escura.

Em Salvador, os mandados de prisão e de busca e apreensão foram cumpridos nos bairros de Rio Vermelho, Ondina, Vitória, Bonfim e Mata Escura. Já em Lauro de Freitas, os mandados ocorreram no bairro de Vilas do Atlântico.

Com alguns suspeitos, os policiais civis apreenderam dois veículos de luxo, um carro e uma moto, além de um carro popular e comprimidos de ecstasy.

Além dos presos, algumas pessoas foram conduzidas para a delegacia para prestar esclarecimentos, conforme explica a coordenadora de Narcóticos do Draco, a delegada Andréa Ribeiro.

“O perfil [dos presos] é de alto poder aquisitivo, jovens na faixa etária entre 26 e 30 anos, com esse perfil de consumir drogas sintéticas em festas, boates. Outras pessoas além dos alvos foram conduzidas e estão prestando declarações. Tudo indica que uma blogueira seja companheira de um dos alvos”, disse Andrea.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), as investigações começaram há cerca de um ano, após equipes da Coordenação de Narcóticos do Draco descobrirem um esquema de venda de entorpecentes através dos Correios, em que as drogas eram enviadas pelo serviço de Sedex.

O titular da Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes (DTE) da RMS, delegado Alexandre Galvão, responsável pela investigação, informou que o grupo fazia a negociação por meio da rede social Instagram, e depois enviavam os entorpecentes.

Polícia cumpre mandados de prisão, busca e apreensão em operação de combate a tráfico de drogas sintéticas — Foto: Alberto Maraux/SSP-BA

Polícia cumpre mandados de prisão, busca e apreensão em operação de combate a tráfico de drogas sintéticas — Foto: Alberto Maraux/SSP-BA

Conforme a polícia, por meio da SSP-BA, os suspeitos vendiam as drogas em festas rave, boates e em eventos particulares.

“Esse grupo criminoso vinha atuando pelo menos há um ano e meio, o tempo que temos de investigação, até um pouco mais, eu diria. É um grupo que trabalhava no sentido de comercializar drogas sintéticas, não apenas na capital, mas na RMS [Região Metropolitana] e cidades próximas, como São Sebastião do Passé. Atuação também em cidades do interior, como Feira de Santana”, explicou a delegada Andrea Ribeiro.

De acordo com Alexandre Galvão, em uma noite, o grupo chegava a vender R$ 50 mil em drogas sintéticas. A SSP-BA detalhou que, com o detento que também foi alvo da ação, foram apreendidos três celulares, sete pacotes de maconha e uma faca.

Carro de luxo apreendido pela polícia, nesta terça-feira (25), em operação contra o tráfico de drogas na Bahia — Foto: Alberto Maraux/SSP-BA

*G1