Detentos chefiavam quadrilhas de assaltos a bancos de dentro de presídios baianos

De dentro do presídio. Foi daí que gerentes operacionais de duas quadrilhas especializadas em roubos contra bancos e instituições financeiras orquestravam todos os crimes que realizaram. Uma das quadrilhas teve mandados de prisão preventiva cumpridos pela Polícia Federal (PF) nesta quinta-feira (3). Cinco criminosos foram identificados e um deles, o gerente e financiador, atuava de dentro de um presídio.

No mesmo dia, a Polícia Civil divulgou que 14 integrantes de uma organização criminosa envolvida com tráfico de drogas, homicídios e roubos a bancos foram presos. Três desses mandados de prisão foram cumpridos no  no Complexo Penitenciário de Mata Escura e no Conjunto Penal de Lauro de Freitas.

A operação da PF, batizada de Operação Payback, é resultado de investigações que começaram após dois furtos e uma tentativa de furto em agências bancárias nas cidades de Alagoinhas, Feira de Santana e Simões Filho, todas ocorridas em março deste ano.

De acordo com a PF, a quadrilha agia durante a madrugada, invadindo as agências bancárias através de aberturas feitas nas paredes, normalmente a partir de imóveis contíguos, que eram alugados para a ação criminosa.

Fonte: Correio