Irmão de repórter da Globo é espancado e acusa homofobia

Guilherme Azevedo, irmão do jornalista da TV Globo André Azevedo, foi agredido com paus e pedras por sete homens em São Fidélis, Rio de Janeiro. O repórter usou suas redes sociais para denunciar o caso que, segundo ele, foi motivado por homofobia.

Por conta da agressão Guilherme teve o ombro, cotovelo e alguns dentes quebrados, além de escoriações e seis pontos na cabeça. Já no seu próprio perfil, Guilherme postou um vídeo, ainda ensanguentado, contando que tinha acabado de sair do hospital.

“Faço questão de exibir este momento. Com dedo quebrado, todo machucado, todo cortado”, disse ele na gravação.

O repórter da Globo cobrou justiça para o irmão e chamou a atenção para os casos de homofobia no Brasil.

“Eu tenho orgulho do meu irmão ser quem ele é e pela coragem que tem. E não vamos parar até que esses vermes sejam punidos. Por todos os Guilhermes que sofrem diariamente no nosso país, não vamos nos calar. Homofobia é crime e os homofóbicos não passarão impunes”, escreveu André.

Horas depois do primeiro post, Guilherme publicou um vídeo afirmando que estava bem. Ele também compartilhou outras imagens com seus ferimentos no corpo, com a legenda “7 contra 1”, em referência ao número de agressores que o bateram.

Fonte: Correio