Ibotirama: Filhas da PM Rafaella, morta pelo ex-marido, foram tiradas de casa por pessoa que ouviu tiros, diz delegado

As duas filhas da policial militar Sylvia Rafaella Gonçalves Pereira, de 38 anos, que estavam em casa com a mãe quando ela foi morta pelo ex-marido, foram resgatadas do imóvel por uma pessoa que ouviu os tiros. O caso aconteceu em Ibotirama na tarde desta segunda-feira (5). As informações foram publicadas no G1.

De acordo com a  publicação, o delegado que investiga o caso, Genivaldo Rodrigues, a identidade dessa pessoa não foi divulgada para preservar as investigações. A polícia investiga se as crianças estavam no mesmo cômodo em que a mãe foi assassinada a tiros.

As duas crianças estão com os avós maternos. Testemunhas vão começar a prestar depoimentos a partir desta tarde e, segundo o delegado, a filha mais velha da vítima também poderá ser ouvida.

Sylvia Rafaella tinha uma medida protetiva contra o Edson, que já foi preso por agressão contra a mulher.