Menina de 11 anos que vivia em “casamento” com o concunhado é resgatada pela Polícia

Foto: reprodução/Agência Brasil

 

Nesta quarta-feira, 7, um homem de 22 anos foi preso pela Polícia Civil do Amapá acusado de estupro de vulnerável. A garota, de 11 anos, vivia com ele há cerca de um mês e exames provaram o crime.

O delegado Erivelton Clemente afirmou em nota que o Conselho Tutelar solicitou ação da Polícia Civil para investigar uma denúncia de abuso sexual na comunidade de Vitória do Jari, a 213 quilômetros de Macapá.

Para chegar até à comunidade foi necessário percorrer 1h30 de estrada e, depois, 2h30 de barco. No local, foi encontrada uma criança de 11 anos de idade que estava convivendo maritalmente há mais de um mês com o acusado. “O homem disse que a mãe da criança autorizou que eles namorassem e, posteriormente, morassem juntos”, afirmou o delegado.

Os abusos aconteciam há dois meses e, há um mês, a menina fugiu de casa para morar com ele. Ainda segundo o relato da mãe, eles já haviam ido diversas vezes buscar a menina, que afirmava ter medo de voltar. “Fizemos o auto de prisão em flagrante haja vista que ela foi abusada instantes antes da chegada da equipe no local. A lei entende que, como ela tem menos de 14 anos, ela não tem discernimento para a prática do ato”, disse Erivelton.

Após atualizações na investigação, ainda foi revelado que o homem era concunhado da vítima (a irmã do acusado é casada com o irmão da garota). O suspeito aguarda audiência de custódio na Delegacia de Vitória do Jari para ser encaminhado à penitenciaria ou responder em liberdade.

Fonte: Glamour




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *