Suspeito de envolvimento em triplo homicídio na praia de Jaguaribe é morto em confronto com a polícia

Arquivo/BNews e Divulgação/SSP-BA

Felipe Nauã Fiúza Moreira, de 25 anos, um dos suspeitos de envolvimento no triplo homicídio, na praia de Jaguaribe, em Salvador, ocorrido no dia 5 de janeiro deste ano, foi morto em confronto com a polícia na última sexta-feira (16), após tentar furar uma blitz na cidade de Simões Filho.

De acordo com a Secretaria da Segurança Pública (SSP-BA), bloqueios foram montados pela Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe) Polo Industrial (PI) em ação interagências com as polícias Civil, Federal e Rodoviária Federal, na BR-324, após denúncia sobre o deslocamento de criminosos envolvidos com um roubo a banco, na cidade de Ubaíra.

Três homens, em um veículo modelo Strada com placa de São Paulo, tentaram furar a blitz e dispararam contra os policiais. Segundo a SSP-BA, houve confronto e os criminosos fugiram por um matagal.

“As equipes entraram pela madrugada de sábado (17) procurando o trio e, no início da manhã, acharam um dos homens ferido. Ele foi socorrido para o Hospital do Subúrbio, mas não resistiu”, explicou o comandante da Cipe PI, major Travessa. O oficial acrescentou que, na oportunidade, o indivíduo utilizava uma identidade falsa e estava com uma pistola calibre 380, carregador, munições e porções de drogas.

A SSP-BA informou ainda que outro comparsa foi localizado, pouco depois, vivo, no matagal, e preso em flagrante. O terceiro criminoso acabou fugindo.

Primos

De acordo com a SSP-BA, Felipe Nauã Fiuza Moreira e seu primo Caio Mateus Fiúza Catarina foram os autores de um triplo homicídio ocorrido, no dia 5 de janeiro deste ano, na praia de Jaguaribe. Ambos estavam foragidos e foram incluídos no Baralho do Crime.

A carta Rei de Copas era ocupada por Felipe e o naipe 5 de Paus segue figurando com Caio.

 

*Bnews