Gabriel Monteiro é alvo de operação da Polícia Civil

gabriel

A Polícia Civil do Rio de Janeiro cumpre, na manhã desta quinta-feira (7), mandados de busca e apreensão em endereços ligados ao vereador Gabriel Monteiro (PL).

Segundo o Uol, a operação mira a mansão onde vive o parlamentar, na Barra da Tijuca, e seu gabinete na Câmara Municipal, além de endereços ligados a assessores, ex-funcionários e empresários com alguma relação com Monteiro.

A ação da polícia ocorre no âmbito do inquérito que investiga o vazamento de um vídeo íntimo no qual Gabriel aparece mantendo relações sexuais com uma adolescente de 15 anos.

A operação se dá após decisão do juiz Guilherme Grandmasson Ferreira Chaves, que atendeu pedido do delegado Luís Armond, titular da 42ª DP. A Justiça autorizou que os agentes apreendam materiais e objetos que possam conter relação com o crime de expor cenas de sexo explícito ou pornografia envolvendo criança ou adolescente.

Além de ser alvo da polícia, Gabriel Monteiro também enfrenta uma representação na Câmara por causa do vazamento do vídeo e por acusações de assédio moral e sexual, além de agressões e uso indevido de servidores para fins pessoais.

Funcionários acusam ainda o vereador de praticar orgias com adolescentes em sua residência e gravar os atos em vídeo. Eles disseram ainda que Gabriel chegou a estuprar uma das mulheres. (Bahia.Ba)