Operação Xepa: PF e Receita Federal investigam esquema de sonegação no Sul da Bahia; prejuízos chegam a R$10 milhões

A ação acontece nos municípios de Itabuna, Ilhéus, Poções e Porto Seguro.

Foto: Polícia Federal

A Polícia Federal (PF) deflagrou desta terça-feira (12), a Operação Xepa, com o objetivo de mandados de busca e apreensão em cidades do Sul da Bahia. A ação conta com o apoio da Receita a Federal e pretende combater um esquema de lavagem de dinheiro envolvendo empresas distribuidoras de produtos hortifrutigranjeiros. A Receita estima o prejuízo de mais de R$100 milhões.

Segundo a PF, a investigação aponta para um grupo empresarial formado por pelo menos três empresas de distribuição de produtos hortifrutigranjeiros, duas empresas patrimoniais usadas para ocultação de bens, e várias pessoas físicas. As empresas operacionais eram usadas como “laranjas” e eram ligadas aos reais beneficiários do esquema e delegados por procurações bancárias ou cartoriais.

A ação acontece nas cidade de Itabuna, Ilhéus, Poções e Porto Seguro.

Na investigação, a PF identificou confusão patrimonial, compartilhamento de endereços, uso das mesmas marcas comerciais e atuação no mesmo ramo de atividade. Estas empresas tinham um grande volume patrimonial, mas não realizavam atividades operacionais.

De acordo com os dados divulgados, cerca de R$10 milhões de reais foram sonegados.

 

WhatsApp Image 2024-06-11 at 07.55.15
WhatsApp Image 2024-06-11 at 07.55.16


Veja mais notícias no blogdovalente.com.br e siga o Blog no Google Notícia