Teté sobre ex-prefeito de São Miguel “Ele perdeu as eleições por falta de consideração ao povo”

O ex-prefeito de São Miguel das Matas, Reinaldo Andrade, fez recentemente um pronunciamento comprometedor em relação ao atual prefeito da cidade, Manoel Alves, conhecido como Teté. Nesta segunda-feira (07), Teté esteve em entrevista à Rádio Andaiá FM, criticando a atitude de Reinaldo ao lhe ofender e chama-lo até de ‘chefe de quadrilha’, ele disse que Reinado responderá na justiça as consequências dessa ofensa, pois tem isso como uma falta de respeito. Teté aponta que o ex-prefeito está impossibilitado de ser candidato e votar até o ano de 2021 devido a processos que o mesmo está respondendo, “tem mais um processo de quatro anos de condenação, tem mais outro processo que vai estourar. Esses processos, na verdade, foi dos amigos que estão comendo no prato dele, as coisas erradas que eu vi, eu denunciei, mas não foi apurado ainda, o que não é justo é ele não respeitar as pessoas” disse.

image

O atual prefeito conta que desde que assumiu a gestão da cidade a mesma ganhou muito, segundo ele, anteriormente a cidade não possuía carros e hoje tem uma frota de carros em boas condições, tem também uma equipe médica composta por 10 médicos especializados em diferentes áreas, com dentistas atendendo na zona rural, a disponibilidade de remédio, exames laboratoriais, raio-X, ambulâncias e carro da saúde foi bem favorecida. “Ele perdeu as eleições por falta de consideração ao povo que deu tudo a ele e depois humilhando o povo” comentou.

Quanto à manutenção das escolas que foi muito criticada por Reinaldo, Teté explica que as reformas estão sendo realizadas passo a passo, pois a cidade não tem condições de contratar empresas para tal trabalho, mas assegura que as escolas estão em condições de funcionamento. Outra crítica do ex-prefeito foi à falta de delegado na cidade, e Teté explica que depende do governador do estado para que um delegado seja efetivado, e São Miguel tem parceria com cidades vizinhas quanto à quantidade de policiais, inclusive é uma promessa do governo, enviar policiais concursados para a cidade, “nós estamos cobrando, agora a gente não pode fazer milagre” disse.

 

Blog do Valente